segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

UM APELO AO AMOR


A melhor forma de destroçar a um ser humano é destruir a espontaneidade de seu amor.
Se um ser humano tiver amor, não poderá haver nações; as nações existem graças ao
ódio. Os índios odeiam aos paquistaneses, os paquistaneses odeiam aos índios... só
assim podem existir os dois países. Se aparecer o amor, desaparecerão as fronteiras. Se aparecer o amor, desaparecerão as religiões. Se aparecer o amor, quem será católico e quem será judeu? Se aparecer o amor, desaparecerão as religiões.
Se aparecer o amor, quem irá ao templo? Para que? Está procurando Deus porque não
tem amor. Porque não está em paz, porque não está em êxtase, por isso está procurando Deus, se não, a quem lhe interessa? A quem lhe importa ? Se sua vida for um baile, já tem descoberto tudo. O coração amoroso está cheio de divindade.
Não é necessário procurar, não é necessário rezar, não é necessário ir ao templo ou a um sacerdote. Portanto, os sacerdotes e os políticos, ambos, são os inimigos da humanidade. Estão conspirando, porque o político quer governar seu corpo, e o sacerdote quer governar seu espírito. E o segredo é o mesmo: destruir o amor.

OSHO

Nenhum comentário: