domingo, 28 de junho de 2015

O AMOR ESTÁ NO MUNDO E ALÉM DELE



O mundo tem origem no corpo.
O corpo tem origem na mente.
A mente tem origem na Consciência.
A Consciência tem origem na Fonte.

Paz, Amor e Felicidade só são encontrados no Alinhamento e Despertar de tudo isso como Um.

O mundo é sua mente.
Consciência está além da mente - e a observa!
Sua Essência não toca o mundo!

Sambodh Naseeb

SUCESSO OU FRACASSO


"Sucesso ou fracasso neste mundo nada tem a ver de verdade com você como um corpo/mente. Aquilo que você realmente é não aparece no mundo. 
Relaxe."

Sambodh Naseeb

DES-ENVOLVA-SE



A vida é um circo. Aquele que leva muito a sério este circo acaba por acreditar que é realmente o palhaço.
Des-envolva-se!
Sambodh Naseeb

10 BENEFÍCIOS DA VISÃO DA PRESENÇA




1.       Você não está separado da Inteligência do Universo, e percebe que a única coisa que parece separar é o pensamento.

2.       Você começa a sentir que tudo aquilo que vê é parte íntima de você mesmo. A sua experiência da vida se torna mais sensível, porque tudo parece ser então uma expressão da Consciência, que é você.

3.       Se você mantém  sentimentos negativos em relação a outra pessoa, onde isso aparece? E onde aparece a outra pessoa? Não é tudo em você mesmo?

4.       Sempre que fizer algo sentirá que é a força da vida fazendo, uma Inteligência vasta e cheia de vitalidade agindo como você. Isso o relaxa da culpa e do orgulho.

5.       Você é o SENHOR de sua vida. Mas quem é você? Não um corpo/mente separado do universo, da vida, das pessoas, da INTELIGÊNCIA CÓSMICA.  E quanto mais alinhado a esta versão MAIOR de você, mais a sua expressão de vida será integrada.

6.       O futuro deixa de causar obsessiva ansiedade. O passado deixa de causar culpa. A Consciência de quem você é permite que você se alinhe com ESTE MOMENTO, de forma que o PODER de sua vida se torne o poder da paz e da gratidão.

7.       O seu poder de gratidão aumenta. Você reconhece que a vida é um presente. Você passa a agradecer mais que pedir. E quanto mais agradece mais presente ganha. Assim começam os milagres. Milagres são reconhecimentos. Com os olhos abertos ao Agora você pode realmente reconhecer os milagres de cada momento. Você não reconhecia porque sua atenção estava focada num outro lugar.

8.       O tempo em sua vida muda. Você percebe que como CONSCIÊNCIA jamais envelhece. Tudo é tranformação no AGORA. O corpo não envelhece, o corpo se transforma a cada instante AGORA. 

9.       Aumenta sua sensação de liberdade. Você não mais projeta sua felicidade no futuro. Cada momento é digno de viver isto. Projetos e objetivos são vistos com mais relaxamento e como diversões da vida, e não como esperança de felicidade.

10.   Vive esta visão a partir de agora, como se tudo fosse íntimo teu, nada separado de ti, como se Deus ou Consciência estivesse em todas as pessoas, em todos os animais, nos objetos, em tudo. Agora a parte prática é ALINHAR esta Visão ao cotidiano e ver como tudo responde a isto.


 SAMBODH NASEEB


O OLHO DE DEUS


O Amor é a vivência consciente do olho de Deus, do olho do Espírito, do olho da Presença - na experiência. A pessoa é um bambu oco. O olho da Vida se torna a Visão. A Vida consciente de si mesma.
Sambodh Naseeb

sexta-feira, 26 de junho de 2015

CANIBALISMO MODERNO



As sociedades pós-modernas criam mecanismos de alienação onde o sujeito transformou-se em objeto. O que isso significa? Que a própria subjetividade está comprometida com uma pseudo objetividade, onde o próprio querer não é mais do sujeito, e sim do consumo, ou seja, o desejo se sustenta como objeto na própria dominação ideológica. O sujeito se pensa desejante, mas o seu constituir desejoso não mais é ele próprio, porque todo o desejo é de outrem - é midiático. É busca desenfreada de fuga a um vazio proporcionado pela própria ausência de saciedade. O sujeito, cada vez mais, na sociedade consumista, é o próprio objeto: o consumo.
Consome-se para passar o tempo, para se saciar, para que se tenha um sentido. Consome-se pessoas (porque pessoas são meros objetos no sistema). Consome-se regras, pseudo verdades. Consumir é existir. Canibalismo moderno.
Ser bem sucedido, ter êxito ou sucesso na vida são os lemas de uma sociedade capitalista que instiga de forma repugnante e obsessiva a competição e o consumo. Crianças e jovens são expostos a estas ideologias o tempo inteiro, e é muito difícil que não sejam completamente cegados por isso. Afinal estamos lidando com fatores humanos de dependência e medo, ao lado da necessidade constante de aprovação social. Esta sede, quando muito bem manipulada, abre a guarda para todas as ideologias que supostamente façam as pessoas sentirem-se "fortes" – vide o que conseguiu a ideologia nazista num contexto histórico de uma Alemanha contaminada pela baixa estima de seu povo.
Sambodh Naseeb

O AGORA ROUBADO


A ideologia do “novo”, da "modernização", da mudança, é o espírito central da atual globalização. Não há mais tempo para o desfrute do agora, deste momento limpo e perfeito que temos para celebrar e desfrutar a vida, deste instante já posto, aqui, acontecido já para nosso próprio deleite. O Agora foi roubado e substituído como uma promessa que tem custo, uma promessa de felicidade e glamour que nunca acontece.
A grande questão é que não há o desfrutador para desfrutar do ISTO. O desfrutador deu lugar àquele que está esperando desfrutar, àquele que não existe mais como sujeito, pois quem está esperando não pode ser o sujeito-agora, apenas pode ser o sujeito-amanhã, e este sujeito-amanhã não existe. Ele é criado pelo sistema. Ele é o eco da manutenção do sistema. Ele não é nunca um sujeito puro. É sujeito midiático. É objeto. Nunca é meio. É o fim sem nunca ser nada. É oco. Vazio inexistente.
Por isso, a ausência do sujeito na sociedade de consumo é de básica importância. É desse modo que o vazio pode procurar bens e objetos de forma a jamais saciar-se ou se completar com eles. Este círculo vicioso é a manutenção da eterna demanda de produção dos bens de consumo, ilusão vil e viciante, que enfraquece a mente e empobrece a subjetividade de tal forma que o sujeito passe a desacreditar que a existência possa ter algum sentido fora desta matriz modelo.
SAMBODH NASEEB

quarta-feira, 24 de junho de 2015

CONSCIÊNCIA LUZ



Em última instância, Consciência e Mente não são separados. Mas é útil primeiro que possamos conhecer e nos estabelecer como Consciência, como observação da mente (pensamentos, sentimentos, sensações).
Após esta fase de intimidade com a Consciência, podemos perceber que somos a observação das experiências, e notar que todas elas sempre trazem a Presença da Consciência para atestar validade e verdade. Então podemos ir adiante e compreender que a Mente (pensamentos) está a acontecer dentro da Consciência, sendo observada pela Consciência. Não há separação!
É neste ponto que as experiências de nossa vida cotidiana começam a ganhar uma nova energia, a se banhar com uma nova luz - que é a luz da Consciência, da pura observação que dá VIDA a todas as experiências do corpo/mente. Nesta fase então, o universo, o mundo, a vida diária toma um novo brilho: a Presença da Consciência que dá um tom e cor a todas as experiências do pensamento e dos 5 sentidos. Amor e Consciência são as duas asas do mesmo Ser.
Sambodh Naseeb

SUBSTÂNCIA



"Tudo que há é Consciência. A mente, o corpo, e o mundo são modulações ou ondulações na Consciência. Exatamente como as ondas são ondulações no mar. Do mesmo modo, assim como a luz branca usa o prisma para se decompor em 7 cores, a Consciência usa a mente para compor dentro de si estruturas complexas multidimensionais sem nunca perder e nem modificar sua substância original como Consciência."
Sambodh Naseeb

SATSANG & PRESENÇA EM VITÓRIA - ES


21 e 22 de Junho/2015

"Satsang é uma reunião de amigos em contemplação da Verdade do Ser: A Presença Consciente sempre estável no meio e além de todas as experiências."

Sambodh Naseeb