domingo, 28 de junho de 2009

VOCÊ SE CONHECE DIRETAMENTE?


Se alguém lhe diz que você é bonito, você começa a se sentir assim. Se alguém diz que você é um fracasso, você começa a se sentir um fracasso aos olhos dos outros e de si mesmo. Isso quer dizer que você não conhece a si mesmo diretamente. Você conhece a si mesmo indiretamente. Tudo que você conhece sobre si mesmo vem dos outros, porque “conhecimento” é algo emprestado de fora, chega até você pelo mundo. Daí se diga que sua identidade é construída através dos outros. Para conhecer a Si mesmo, você precisa deixar tudo que tem em mente e mergulhar no silêncio. O Si mesmo é maior que seu pequeno ego e seus pensamentos. O Si mesmo é a revelação. E ele lhe é revelado por meio da meditação.


Nattaniel

O CASAMENTO PERFEITO


É interessante observarmos que em nosso mundo moderno estamos vivendo aquilo que não somos. Pessoas se encontram em uma festa querendo parecer boas, fortes, perfeitas, lindas, de sucesso, performáticos sexuais, inteligentes, maravilhosos. O fato é que não gostamos de muito do que somos, e escondemos isso atrás de uma aparência perfeita (máscara) que então exibimos aos outros. Como todos fazem isso, a relação que se forma é entre máscaras e não entre pessoas reais. A pessoa real está sufocada atrás da máscara porque não aceita o que ela realmente é. A não aceitação do lado imperfeito da personalidade gera um jogo de esconde-esconde que acaba por aleijar a nossa totalidade, e ocasionar uma distorção no que realmente Somos. Quando um determinado homem e mulher se casam, descobrem que aquele parceiro que escolheram não é aquela pessoa que imaginavam. Então se frustram e não entendem como o parceiro mudou tanto. Ninguém mudou. A verdade apareceu. A verdade aparece inapelavelmente.

Este é o destino de não sermos verdadeiros e não sabermos nos situar em Quem na Verdade Somos. Se você sabe que você não é a personalidade, que investimento terá em esconder algo? Se você aprender a enraizar-se na Presença, os pensamentos sobre você mesmo não serão apenas pensamentos, energia que a vida atrai para este corpo. Você mesmo é sempre perfeito. Perfeito é o que o outro também é.
O casamento perfeito começa dentro de você. Se você casou antes com você mesmo, então tudo estará bem. O CASAMENTO PERFEITO TEM MAIS A VER COM VOCÊ DO QUE COM O OUTRO. Tenha consciência disso.
SWAMI SAMBODH NASEEB

PERFEIÇÃO


Tudo é perfeito.
Isso significa dizer que nem sempre gostamos dessa perfeição. Porque essa perfeição da vida rumo a sua evolução vai nos chamar para que nos dê conta de como estamos vivendo. E muitas vezes não estamos a fim de mudar. Tudo tem o seu próprio momento para acontecer, e nem sempre estamos preparados para escolher uma nova via de ação e reconhecer que estamos errados. O orgulho nos impede muitas vezes de agirmos em prol da nossa evolução. Assim, quando insistimos que estamos certos, quando na verdade não estamos, a vida certamente trará os recados propícios. Podemos não escutar na primeira vez. Nem na segunda. Mas os ensinamentos vão apertando e nos colocando de frente ao muro da reflexão. Então sentimos mais e mais estreito e doloroso nosso movimento no mundo. Por fim, se não mudamos pela escolha, acabamos por mudar pelo sofrimento. Os recados vem primeiro à nossa mente, e se manifestam como tristeza, stress, depressão, falta de motivação, perda de sentido da vida, falta de vitalidade e força. Quando não fazemos nada respeito e não damos ouvidos a tempo, esses recados se ampliam e se manifestam como doenças e acidentes.


SWAMI SAMBODH NASEEB

segunda-feira, 22 de junho de 2009

ALINHAMENTO COM A ESSÊNCIA


Quando meditamos, nós repousamos em Deus, que é nossa consciência profunda, nossa dimensão infinita além da forma. Se pudéssemos nos ver como uma moeda, então poderíamos usar este exemplo para dizer que temos dois lados e ao mesmo tempo somos UM. Não existe moeda sem dois lados. Não existimos sem dois lados: um lado existimos na forma (mente/corpo) e outro lado existimos sem forma. Um deles é o que jesus chamou viver na “carne”. O outro é o que ele chamou viver no “espírito”.

A dimensão da forma surgiu da não-forma.

Logo, não existe forma sem não-forma. Não existe matéria sem espírito.
Não existe forma sem consciência.
A consciência existe sem forma, mas forma não existe sem consciência.
Tudo vem da não- forma, do vazio criativo que o Xamanismo chama de o Grande Espírito.



Nattaniel

sexta-feira, 19 de junho de 2009

CAMPO DE APRENDIZADO


Você não pode estar em nenhum lugar que não seja um campo de aprendizado. A vida é uma escola e ela não escolhe espiritualistas ou místicos, sábios e meditadores. A vida cria muitos papéis. Ela é imparcial e todos estamos sendo brindados com lições a cada momento, durante uma conversa, em uma viagem, uma caminhada, em um erro, em um acerto, em um acidente, em uma festa, no sexo, na oração, nos momentos alegres, nos momentos tristes, no desespero e no estado de graça. Por trás de todos esses momentos nós estamos. E como a premissa básica é que tudo é perfeito, então temos de olhar para tudo sob esta ótica, para que possamos encontrar a pérola da sabedoria e do infinito no meio às vezes de muita escuridão e limitação.


SAMBODH NASEEB

terça-feira, 16 de junho de 2009

ACORDAR E ILUMINAR (Diferenças)


Há uma diferença entre o florescimento, Acordar (auto-realização) , e a iluminação.
O florescimento é apenas o começo da entrada em si mesmo - exatamente como quando você entra num jardim. É imensamente importante, porque, sem entrar, você nunca alcançará o centro. Mas, no florescimento, pela primeira vez você reconhece seu potencial, sua possibilidade. No florescimento, está o período de transição, do humano para o divino. Mas a pessoa pode cair de volta, porque o florescimento é tão novo e tão frágil e seu passado é tão velho e tão forte... - ele pode puxá-lo de volta: ele ainda existe.
Com o acordar você já está chegando muito perto do seu centro. E, à medida que você vai chegando mais perto do centro, vai se tornando cada vez mais difícil cair de volta, porque sua nova experiência está acumulando poder, força, experiência, e o velho está perdendo força. Mas o velho ainda existe: ele ainda não desapareceu. Comumente, as pessoas não caem do acordar, mas a possibilidade permanece: pode-se cair.
A auto-realização (Acordar) é a chegada no seu centro. Muitas religiões acreditavam que a auto-realização era o fim. Por exemplo, o jainismo - você chegou teria chegado à sua suprema verdade. Isso não é verdade. A auto-realização é uma gota que se tornou consciente, alerta, satisfeita, preenchida. É quase impossível recair da auto-realização - mas eu estou dizendo "quase" impossível, não "absolutamente" impossível, porque o si-mesmo (self) pode enganá-lo: ele pode trazer seu ego de volta. O si-mesmo e o ego são muito parecidos. O si-mesmo é a coisa natural e o ego é o sintético; assim, acontece, às vezes, de um homem auto-realizado tornar-se um egoísta respeitoso. Seu egoísmo não vai ferir ninguém, mas certamente impede-o de cair no oceano e desaparecer completamente.
A iluminação é gota de orvalho deslizando da folha do lótus para dentro do vasto e infinito oceano. Uma vez que a gota de orvalho tenha caído no oceano, agora então, não há nenhum meio sequer de encontrá-la. A questão de retornar não existe. A iluminação, desse modo, é a suprema verdade.
O grande sábio parecerá a vocês uma pessoa comum, ninguém especial: sem nenhuma pretensão de qualquer talento, de qualquer posse, de qualquer poder, de qualquer genialidade, de qualquer conhecimento - nenhuma pretensão absolutamente. Ele se tornou absolutamente um zero. Mas o zero não é negativo, ele é cheio da divindade, de transbordamento da divindade.



Osho

segunda-feira, 15 de junho de 2009

A DOENÇA DO "MAIS"


O que é o desfrutador? É algo em você que transforma um momento comum em um momento sagrado. O desfrutador em você é sua essência acordada.

Ouvimos frases: “Se eu tivesse mais dinheiro seria feliz”. “Se ela estivesse ao meu lado eu seria feliz”. “Se tudo estivesse como pensei eu seria feliz”.

O ser humano comum tem uma capacidade incrível de tornar tudo um problema e perder a alegria da simplicidade do Aqui-Agora.. Se ele tem um relacionamento, sonha em viver sozinho outra vez. Se não tem um parceiro, sonha com alguém. Se têm dinheiro, esquece do amor. Se não tem dinheiro, imagina que com ele todos os problemas seriam solucionados...

Mas enquanto o “desfrutador” não acordar, a doença do “mais” continuará.



Nattaniel

FUTURO?


Se você está sempre depositando a felicidade no futuro, isso significa claramente que você não tem o “desfrutador” acordado em você agora. Isso já é um bom alerta para começar a prestar atenção no momento presente. Porque indica que sua mente sempre adiará a felicidade para o amanhã. Preste atenção nisso. é possível sair deste círculo vicioso.


Nattaniel

ENSINAMENTOS


Sucesso é conseguir o que se quer.
Paz Interior é saber desfrutar o que se tem agora.

...

O caminho é mais importante que a meta.
Como eu faço é mais importante do que o que eu faço.


O desfrutador em você é aquele que sabe viver o momento e tira sempre uma graça de cada instante. Cada momento, para o desfrutador, é um momento de experienciar vida. Ele sempre está ali, com totalidade. Seja na alegria, seja na tristeza. Se o desfrutador acorda dentro de você, qualquer momento tem GRAÇA. Você reverencia o momento porque o momento é a graça de Deus acontecendo. O momento está abraçando você. O desfrutador é a alma do momento. É a voz de seu coração. É a magia de sua alma.


SAMBODH NASEEB

quarta-feira, 10 de junho de 2009

REALIZAÇÃO AGORA!


Para o assim chamado indivíduo, cada momento (que é sempre Esse Momento) contém a completude da potencialidade absoluta da auto-realização Nesta atualidade há auto-realização – simplesmente como ela é. Quem não sabe isso? As limitações são apenas um aspecto da atual aparência ou estado mental, que erroneamente toma a si mesma como um ser separado e limitado. Isso é como se seu reflexo no espelho acreditasse que ele tinha algum poder e independência em si mesmo. Não é nem mesmo ignorância fingindo ser sapiência. Todo esse contrasenso é devido à ´crença em conceitos´ e o tomá-los como sendo ´o real´.


GILBERT S.

SIMPLES!


Isto é verdade se realmente existe 'alguém' que fará uso desta compreensão. Mas se você realmente investigar, este 'alguém', a 'pessoa', o indivíduo, não será encontrado ! Tudo é apenas consciência – o 'você', o 'eu', o falar, o escutar, satsang, todos aqui, tudo - tudo consciência; esta é a maravilhosa descoberta ! A Consciência conversando com a consciência sobre consciência através da consciência. Quão simples ! No entanto quão inexplicável quando buscado através da mente-ego. Olhe, eu te mostro onde você está agora mesmo, então permaneça com Isso, nada mais, mas a sua mente pousou em algum ponto que lhe interessa. Enquanto você estiver engajado em prender-se a isso, você perde todo o resto – isto é chamado o jogo de 'maya' (A ilusão cósmica). É como ler um livro sobre frutas exóticas e reggae enquanto passeia pelo mercado de Brixton! ( risadas...). Um mestre Zen chamado Bankei certa vez disse: ' É como um homem que perde sua espada caída do navio no mar, e marca o ponto no caminho das águas onde caiu. (Gargalhadas...)


MOOJI

segunda-feira, 8 de junho de 2009

ABRA-SE! E VEJA!


Se queres ser feliz, aprende a focar teu espírito.

Se queres ser feliz, compreende que a vida é uma escola mágica.

Há um ensinamento precioso em cada passo.

Há dicas em todo rosto, em toda conversa, em toda a paisagem.

Deus está soprando bênçãos o tempo inteiro.

O convite da meditação é: Abra-se! E veja!



SAMBODH NASEEB

domingo, 7 de junho de 2009

LIVRE


Uma parte de nós (corpo e mente) é pura programação-educação social e genética. Outra parte é livre. Esta parte livre começa a Acordar quando começamos a meditar e questionar QUEM SOMOS. Esta parte livre é o divino em você. É a consciência que você É.


SAMBODH NASEEB

QUEM SOMOS?


A identificação do espírito com a matéria, o condicionamento de que somos um corpo, induz a uma ilusão básica:
Nós pensamos que somos mortais.



SAMBODH NASEEB

ONDE ESTÁ O ONTEM?


A sua mente diz que você é um tolo. Mas você é um tolo? Pare nesse momento de entrar em contato com o passado. Relaxe nesse instante no presente, e agora e me diga: Onde está o tolo que você julga ser, neste exato momento, se você não vai ao passado?


SAMBODH NASEEB

O FIM DA BUSCA COMPULSIVA


O ponto não é você largar seus pontos de vista. Você nem pode fazer isto. E, além do mais, o seu ponto de vista tem uma importância relativa. O ponto correto que estamos indicando aqui é que você possa ver todos os pontos de vista como partes de um todo, como se cada peçinha do quebra-cabeças fosse importante para montar a imagem final do quebra-cabeças. Quando lhe digo que a minha busca teve um fim, não estou dizendo que a jornada acabou. Não! Quando o acordar acontece, pela primeira vez nos vemos como parte intrínseca desse todo chamado Deus. Há um percebimento de que somos co-autores, o tempo inteiro, da realidade que vivemos. A clareza de que ninguém é mais importante que você termina com as noções de certo ou errado e de superior e inferior que possivelmente aprendemos. Ver além de um ponto de vista é intuir a existência como além do ego, além de nossas preferências, além de nossas escolhas, e tornar-se devoto de Deus em cada instante, em cada momento, em cada experiência.


Sambodh Naseeb

SÊ INTEIRO!



Para ser grande, sê inteiro: Nada
teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa.

Põe quanto és
no mínimo que fazes.
Assim como em cada lago
a lua toda brilha,
porque alta vive.



Fernando Pessoa

AME A CRIAÇÃO


Ame-se, respeite-se, e você estará prestando respeito a Deus – porque respeitar a pintura é respeitar o pintor, e amar a poesia é amar o poeta. E você é a poesia e você é a pintura. Você é a música criada por ele. Você é a prova visível de que Deus existe; a criação é a prova visível de que o criador existe. Ame a criação, aprecie-a, celebre-a; esta é a única maneira de celebrar Deus. E você é a criação mais próxima.


Osho

NEM SANTO NEM PECADOR


O verdadeiro sábio é aquele que se torna consciente de que ele não é a mente, definitivamente. A idéia de pecado surge e ele permanece indiferente; a idéia de se tornar um santo surge e ele permanece indiferente. Com nada ele se identifica, raiva ou compaixão, ódio ou amor, bom ou ruim. Ele permanece sem julgamento, ele não condena coisa alguma em sua mente. Se você é apenas uma testemunha, qual é o sentido em condenar alguma coisa? E ele não elogia nada em sua mente. Se você é apenas uma testemunha, elogio é simplesmente fútil. Ele permanece tranqüilo, recolhido e centrado. Enquanto a mente continua esbravejando ao seu redor.

Osho

segunda-feira, 1 de junho de 2009

AS 3 CHAVES PRECIOSAS


Ser feliz a cada momento é uma capacidade que podemos criar em nós mesmos, porque ser feliz é um estado de espírito! E o que é ser feliz neste momento? É saber apreciar o que a vida traz neste exato instante, sabendo que aquilo que você chama de negativo ou positivo são bênçãos da consciência. Reconhecer o momento como ele é nos traz muito maior compreensão e paz, do que brigar e não aceitar os conflitos que aparecem, e que são naturais para o corpo e a mente.

Quando vivemos em presença, nossas mentes tornam-se transparentes, e podemos ver quando um pensamento está querendo nos criar infelicidade ilusória. Esta felicidade ilusória pode ser evitada. E é essa a compreensão que a meditação e a entrega ao amor maior podem nos dar. Essas são as três chaves. Meditar, Investigar quem é você, e Amar tudo como a si mesmo.


Naseeb

FELICIDADE: UM ESTADO DE ESPÍRITO


Quando você se der conta de que a felicidade é realmente um estado de espírito, poderá estar feliz o tempo inteiro, e pronto para todos os desafios que a vida lhe trouxer. Afinal, os aprendizados nem sempre são feitos de rosas. Há espinhos duros por toda a parte. E se não soubermos ser felizes, os espinhos destruirão a nossa capacidade de viver plenamente a vida e aprender o que precisamos aprender. Dizer que a felicidade é um estado de espírito significa dizer que em todos os momentos podemos estar ancorados nesta presença de felicidade que é nossa alma. A presença é a nossa essência de força interior. Quando estamos ancorados nessa presença, a nossa força interior nos impulciona mais facilmente aos aprendizados. Isso quer dizer que superamos os obstáculos de forma mais leve e fácil, e ao mesmo tempo aumentamos a nossa capacidade de amar e desfrutar a vida a cada momento.


Naseeb