sábado, 26 de fevereiro de 2011

O SENTIDO DE NOSSAS VIDAS


Sim, nós somos todos feitos de uma mesma substância.
Somos todos a Unidade, exatamente agora.
Mas, quando estamos conectados com a mente e o corpo, existem ressonâncias com certas pessoas. Ou seja, com um certo grupo de pessoas teremos uma rica afinidade, enquanto que com outras nem tanto.
A afinidade de ressonância pode se estender a tudo: parceiros íntimos, amigos, e todos os tipos de relacionamentos. Você deve ter observado hoje em dia, que está mais fácil a telepatia. Você pensa numa pessoa, e ela lhe liga, ou lhe manda uma mensagem no celular. Estamos o tempo inteiro ressoando no universo, e algumas pessoas tem maior afinidade de captação. Se você desenvolve sua sensibilidade, verá mais e mais coincidências sincrônicas acontecendo. Elas sempre aconteceram. A diferença é que você está mais ligado.
Do mesmo modo, quando estamos mais "ligados" na presença que anima nosso corpo e nossos pensamentos, essa transparência se torna mais perceptível no corpo e na mente. E como isso aparece no corpo e na mente? Qual a pista que temos de que estamos mais "ligados" na Presença Íntima Que Somos? Maior paz, maior serenidade, maior capacidade de discernimento, maior desapego, e uma maior compreensão do sentido de nossas vidas.

Sambodh Naseeb

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

SATSANG: Encontro com a Verdade


Qualquer oportunidade de se reunir em satsang é uma bênção enorme, quer seja uma sala cheia de pessoas ou uma conversa cara-a-cara com um mentor espiritual ou um amigo. Há uma agregação cumulativa dessa consciência misterioso sempre que dois ou mais estiverem reunidos, que pode tornar a presença da consciência e da vigília em uma coisa palpável. O verdadeiro dom desta promoção do conhecimento é quando ele mostra quem você realmente é. Não é apenas uma experiência que vem e vai, ou que depende de um grande mestre espiritual ou grupo especial de pessoas. É a essência ou o núcleo de você.

Satsang é uma palavra sânscrita que significa "Encontro com a Verdade " ou, mais simplesmente, "estar com a verdade. " A verdade é o que é real, o que existe. Então tudo o que existe, é verdade. Sempre que algo aumenta a sua experiência da Verdade, ele abre seu coração e acalma a mente. Por outro lado, sempre, alguma coisa, como um pensamento, medo ou julgamento, limita ou restringe a sua experiência da verdade, os conflitos do coração e da mente fica mais movimentados. Somos todos igualmente dotados com esta capacidade de discernir e experimentar a Verdade, o real do irreal. Assim, o verdadeiro professor ou satguru está dentro de você, e Satsang, ou estar com a Verdade, é interminável. Você sempre esteve aqui nos braços da sua verdadeira natureza como espaço, conhecimento amoroso. Você sempre esteve em Satsang.

A consciência é o coração de Satsang, que é quem você É.


NIRMALA

O MAIS IMPORTANTE EM SATSANG


A coisa mais importante em satsang é você. Não é o sentido usual egóico de si mesmo, mas a vigília misteriosa que está lendo estas palavras. Isso é o que satsang é. O objetivo do encontro de almas afins chamado Satsang não é oferecer a devoção ao mestre espiritual ou para adquirir conhecimento espiritual, ou para desfrutar da companhia dos outros. O objetivo do Encontro em Satsang é trazê-lo para casa, trazê-lo para Si mesmo.

NIRMALA

A TERCEIRA FORÇA


O bem é uma força.

O mal é uma outra força.

O que está além do bem e do mal?

O que gerou isto?


Há uma terceira força que está além dos padrões mentais de positivo e negativo.


Isto é o que a meditação busca clarear. Esta terceira força é o que os sábios chamaram de Inominável. O Inominável que sustenta a dualidade.


Cada um de nós é o Inominável vestido de expressões passageiras.

Cada um de nós é o UM exibindo roupas coloridas de dor e alegria.


Sambodh Naseeb

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

PRIMEIRO: A SUA PAZ


Primeiro te assenta em sua própria paz; então és independente, então o amor não é uma necessidade para ti. Então nunca se sentirá aprisionado quando amar; nunca sentirá que o amor se tornou um tipo de dependência, uma escravidão, uma atadura. Então o amor será simplesmente dar, tem muita paz, assim é que quer compartilhá-la. Então será simplesmente dar sem nenhuma idéia de devolução; será incondicional. E um dossegredos é que quanto mais dá, mais te acontece. quanto mais dá e compartilha, mais tua se volta. quanto mais profundamente entra no tesouro, que é infinito, mais pode seguir compartilhando a todo mundo. É inesgotável.

OSHO

RELAXAMENTO

Uma vez que sabe te relaxar, nada pode te perturbar. Não é que o mundo vá trocar,
não é que as coisas vão ser diferentes, o mundo será o mesmo, mas você já não tem a
tendência, não tem a loucura; não está constantemente preparado para ser perturbado.
Então tudo o que acontece a seu redor é sosegador; inclusive o ruído do tráfico se volta
sosegador se está depravado. Inclusive o mercado se volta sosegador.
Depende de ti. É uma qualidade interna. quanto mais vai para o centro, mais surge a qualidade, e quanto mais vai para a periferia, mais será perturbado. Se se sentir muito perturbado, ou se for propenso a te sentir perturbado, isso mostra só uma coisa, que está existindo junto à periferia; nada mais. É uma indicação de que tem feito sua morada junto à superfície. E esta é uma morada falsa, porque seu verdadeiro lar está no centro, no centro mesmo de seu ser.

OSHO

NENHUMA DIVISÃO

O mental e o material são dois lados de um mesmo processo global que, como a forma e o conteúdo, estão separados apenas no pensamento e não na realidade. Há uma energia que é a base de toda a realidade (...) Nunca há divisão real entre os lados mental e material em nenhum estágio do processo global.

David Bohmm

MANTENHA-SE SILENCIOSO


“Silêncio. Mantenha-se silencioso. Deixe as coisas acontecerem diante de você, e desfrute este universo que lhe é oferecido. Se você está silencioso, há uma paz em sua mente. E assim, você encontrará paz em todo mundo. Se sua mente está agitada, você encontrará agitação em todo lugar. Então, primeiro encontre paz dentro de você, e você verá esta paz interior refletida em tudo o mais, porque VOCÊ é esta Paz interior.”

Papaji

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

BELAS CANÇÕES DO UNIVERSO


Somos canais por onde Deus vive

O universo é uma dança de energia que cria formas e nomes, corpos e mentes. Essa dança é o movimento da energia criando e re-criando o plano do criador. Neste exato momento você está vivenciando o plano do criador. Como ? Criando também. Neste exato momento mil e uma coisas criativas estão acontecendo e você nem percebe. Seu sangue está circulando, sua respiração está acontecendo, suas células estão mudando, sua comida está sendo processada, suas feridas cicatrizadas, e tudo isso sem o seu controle consciente. É um presente da vida. O corpo e a mente são veículos usados pela Energia Cósmica, (ou Deus), para expressar no mundo a sua manifestação. A grande brincadeira cósmica é: VOCÊ NÃO ESTEVE, NÃO ESTÁ, E NUNCA ESTARÁ SEPARADO DE DEUS. PORQUE DEUS É TUDO QUE EXISTE EM VERDADE.

Deus é só uma palavra bonita para a Grande Inteligência do Universo. Deus é o oceano da vida. Somos as ondas da criação. Uma onda nasce, uma onda morre. Mas o oceano permanece. Universos nascem, universos desaparecem. Mas a Fonte dos universos permanece.


É possível o acesso a esta Fonte. Orações, meditações, técnicas e metodologias foram criadas pelos mestres de modo a possibilitar um pouco deste vislumbre de algo que está além do intelecto. Aqueles que experimentaram alguma luz no coração, alguma graça em suas vidas, alguma beleza e dança em suas existências, sentem um desejo natural de compartilhar isso, como se compartilha uma bela canção que se fez. Apenas para que o universo possa ter mais belas canções cantadas por mais gente.


Sambodh Naseeb

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

O TEMPO E O ESPAÇO NÃO SÃO REAIS



É incrível o quanto nos últimos poucos anos, comparativamente, a ciência deslanchou. A ciência diz a mesma coisa. Ela diz que o tempo e o espaço não são reais. Acho que foi o Sr. Fred Hoyle que disse: “Se você pensa que há um passado indo para o futuro ou futuro indo para o passado, você não poderia estar mais errado. Não pode existir tal fluxo. Está tudo aí, agora.”
A metáfora mais próxima que posso sugerir é esta: Se há uma pintura de uma milha de comprimento e dez andares de altura, está tudo lá, mas para você poder vê-la do início até o fim levaria algum tempo. Porque não conseguimos ver a figura toda num relance, a mente humana não é capaz disso, pensamos em termos de tempo. Mas a coisa toda está aí.

Ramesh Balsekar (do Blog da Editora Advaita)

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

O QUE SOMOS


SÓ SE PODE BRINCAR DE SER O QUE NÃO SOMOS...
O QUE SOMOS JAMAIS DEIXARÁ DE SER...


Naseeb

SOFRIMENTO?



Todo sofrimento é ilusão!
Simmm! Todo sofrimento é ilusão!
Mais uma vez? TODO SOFRIMENTO É ILUSÃO!
Ilusão = algo que parece existir, mas não existe em verdade.
Toda a alegria é estar sem peso (sem peso da ilusão!)
Toda alegria é ilusão investigada!
Que sob o império da inteligência amorosa, vê-se como vício cultural.
Alegria é largar a mochila dos vícios cheios de peso que não existem...
Se não existem, quem os larga? Ninguém...este é o efeito do discernimento...

NASEEB


Naseeb

domingo, 13 de fevereiro de 2011

GAIARSA E AS CARÍCIAS...




É preciso começar a trocar carícias, a proporcionar prazer, a fazer com o outro todas as coisas boas que a gente tem vontade de fazer e não faz, porque "não fica bem" mostrar bons sentimentos! No nosso mundo negociante e competitivo, mostrar amor é... um mau negócio. O outro vai aproveitar, explorar, cobrar... Chega de negociar com sentimentos e sensações. Negócio é de coisas e de dinheiro- e pronto!
Gente é, demonstravelmente, a maior maravilha, o maior playground e a mais complexa máquina neuromecânica do Universo conhecido. Diz o Psicanalista que todos nós sofremos de mania de grandeza, de onipotência.

A mim parece que sofremos de mania de pequenez.

Qual o homem que se assume em toda a sua grandeza natural? "Quem sou eu primo..."Em vez de admirar, nós invejamos - por não termos coragem de fazer o que a nossa estrela determina.

O Medo - eis o inimigo.

O medo, principalmente do outro, que observa atentamente tudo o que fazemos - sempre pronto a criticar, a condenar, a pôr restrições - porque fazemos diferente dele.

Nós nos obrigamos a ser - todos - pequenos, insignificantes, inaparentes, "normais"- normopatas diz melhor; oligopatas - apesar do grego- melhor ainda. Oligotímicos - sentimentos pequenos - é o ideal...

Quem é o iluminado?
No seu tempo, é sempre um louco delirante que faz tudo diferente de todos. Ele sofre, principalmente, de um alto senso de dignidade humana - o que o torna insuportável para todos os próximos, que são indignos.

Ele sofre, depois, de uma completa cegueira em relação à "realidade"(convencional), que ele não respeita nem um pouco. Ama desbragadamente - o sem vergonha. Comporta-se como se as pessoas merecessem confiança, como se todos fossem bons, como se toda criatura fosse amável, linda, admirável.

Assim ele vai deixando um rastro de luz por onde quer que passe.

Porque se encanta, porque se apaixona, porque abraça com calor e com amor, porque sorri e é feliz.

Como pode, esse louco?
Como pode estar - e viver! - sempre tão fora da realidade - que é sombria, ameaçadora; como ignorar que os outros - sempre os outros - são desconfiados, desonestos, mesquinhos, exploradores, prepotentes, fingidos, traiçoeiros, hipócritas...

Ah! Os outros...
(Fossem todos como eu, tão bem-comportados, tão educados, tão finos de sentimentos...) O que não se compreende é como há tanta maldade num mundo feito somente de gente que se considera tão boa. Deveras, não se compreende.

Menos ainda se compreende que de tantas famílias perfeitas - a família de cada um é sempre ótima - acabe acontecendo um mundo tão infernalmente péssimo.

Ah! Os outros... Se eles não fossem tão maus - como seria bom...

Proponho um tema para meditação profunda; é a lição mais fundamental de toda a Psicologia Dinâmica:

Só sabemos fazer o que foi feito conosco.
Só conseguimos tratar bem os demais se fomos bem tratados.
Só sabemos nos tratar bem se fomos bem tratados.
Se só fomos ignorados, só sabemos ignorar.
Se só fomos odiados, só sabemos odiar.
Se fomos maltratados, só sabemos maltratar.
Não há como fugir desta engrenagem de aço: ninguém é feliz sozinho.
Ou o mundo melhora para todos ou ele acaba.
Amar o próximo não é mais idealismo "místico"de alguns.
Ou aprendemos a nos acariciar ou liquidaremos com a nossa espécie.
Ou aprendemos a nos tratar bem - a nos acariciar - ou nos destruiremos.
Carícias - a própria palavra é bonita.
Carícias ... Olhar de encantamento descobrindo a divindade do outro - meu espelho!

Carícias... Envolvência ( quem não se envolve não se desenvolve...), ondulações, admiração, felicidade, alegria em nós - eu e os outros.

Energia poderosa na ação comum, na co-operação. Na co-munhão.

Só a União faz a força - sinto muito, mas as verdades banais de todos os tempos são verdadeiras - e seria bom se a gente tentasse FAZER o que essas verdades nos sugerem, em vez de críticos e céticos e pessimistas, encolhermos os ombros e deixarmos que a espécie continue, cega, caminhando em velocidade uniformemente acelerada para o Buraco Negro da aniquilação.

Nunca se pôde dizer, como hoje: ou nos salvamos - todos juntos - ou nos danamos - todos juntos.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

A MENTE JAMAIS VAI SE ENTREGAR

O ego jamais vai se entregar.
O ego calcula sempre o melhor momento.
A mente/ego tem suas contas contábeis a calcular.
E só cederá quando tiver CERTEZA.
O problema é que a mente NUNCA tem certeza.
Elas vive de achumes, de talvezes, de amanhãs, de adiamentos...

Para a mente, nunca é AGORA o momento...
A iluminação é sempre postergada...

A frustração é sempre boa: ajuda a compreender o que é se entregar para a força da vida.
Mas a inteligência é melhor ainda: economiza frustrações.

Sambodh Naseeb

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

AMANDO OU ODIANDO A SI MESMO!


A maior obra de arte? Você.

Porque?

Que obra poderia ser vista sem o observador (consciencia)?

E quem disse que você está separado da obra? (a mente)
Você acredita na mente? (e este é o único obstáculo)
Se não há separação, então só há você em todos os lugares possíveis e imagináveis.
Então: no seu namorado(a), amante, trabalho, amigo(a), há a possibilidade de você AMAR A SI MESMO.

Em tempo: NÃO EXISTE NENHUM AMOR A NÃO SER O AMOR DO SER. O AMOR DE SI MESMO. Você está sempre amando (na mente, odiando) a SI MESMO.



Sambodh Naseeb

A BELEZA É VISTA QUANDO SE ESTÁ NU




Tudo o que vemos agora é passado. Por que?
Porque os códigos de tudo aquilo que interpretamos está na mente.
A mente, portanto, é a fala do passado!
Uma parede é uma parede? Uma flor é uma flor? O céu é céu?
Minha namorada é conhecível por mim agora?
Ou conheço, neste momento que penso, o passado dela?
Posso eu sentir O AGORA, O PRESENTE, na minha namorada?
Posso eu realmente conhecer alguém agora?
O conhecimento só é possível para a mente. A mentira conhece-se.
Para se casar com a verdade, que é paz e amor, tenho de estar nu.
Estar nu: esquecimento de mim mesmo e do mundo tal qual me mostraram, e, com o olhar surpreso de uma criança, se mostrar maravilhado diante de tamanha beleza!

NUDEZ COMPLETA: morte do passado, abertura do coração para isto que não pode ser catalogado ou registrado na memória. Luz. Amor.

Aquilo que está sempre aqui e não precisa ser pensado.




Sambodh Naseeb

DESEJO REALIZADO NAO TRAZ FELICIDADE!


Entrega à vida significa apenas uma total aceitação de que tudo existe em função da VIDA e não em função do ego, não em função de cada um de nós.

Mais simples: dar errado significa que seu ego nao gostou do que houve.

Dar certo: seu ego ficou feliz com o que houve.

Pergunta que não cala: é seu ego que comanda sua vida?

Mais: o que é o ego a não ser uma imagem distorcida do que voce pensa que é?


Então: Quer comandar a vida? Aceite o sofrimento inevitável que advém desta impossibilidade, até que um dia possas ver com clareza esta verdade absolutamente transparente: felicidade não acontece através de vocë. Felicidade nao tem nada a ver com o comando do ego, com os desejos do ego, com suas fantasias, quereres, e a satisfacao de ver esses desejos realizados.


Desejo realizado nao traz felicidade!


Felicidade nao vem com o futuro.


A arte de meditar eh adentrar no mundo pertinente ao AGORA, A ESTE INSTANTE,
Instante tënue que, em si mesmo, contem paz e silencio.



Sambodh Naseeb