terça-feira, 31 de agosto de 2010

O SILÊNCIO SAGRADO


O silêncio que habita em seu coração é parte da eternidade. Quando sentamos e nos entregamos ao momento presente, podemos sentir o acolhimento de toda a existência. Toda a existência se torna um coração que acolhe toda a experiência que está na mente, pensamentos e desejos.

O silêncio tem de ser convidado frequentemente por você, porque o silêncio é o perfume da sua alma. A sua alma é pura luz silenciosa. Quando você se envolve em silêncio, você descobre um espaço em você de total liberdade.

Nesse espaço, percebemos que a verdadeira liberdade é uma presença sagrada que somos, e não algo que tenha que ver com nosso corpo ou qualquer outra coisa mental. Muitos não sabem o que é liberdade e se julgam presos a alguma coisa. Essa liberdade que se busca é Amor. Pela falta de amor, de compreensão, de silêncio, a ilusão de estar preso surge.

Naseeb

O PONTO CHAVE


É interessante notar que não é o pensamento negativo que cria sofrimento, mas você ACREDITAR naquele pensamento e fazer dele uma das histórias importantes que sua mente conta para você. Tudo que você acredita torna-se realidade para você.
O ensinamento ensina: Descubra quem você é. Descubra quem acredita e fique livre.

Naseeb

DEUS NA MATÉRIA


O homem, portanto, é imperfeito porque é Deus na matéria! A matéria sendo limitada causa uma impressão de que SOMOS limitados. Mas essa vida na matéria é apenas um jogo divino para que compreendamos a nossa essência e a beleza radiante da nossa origem espiritual.

Como a matéria existe apenas no espaço-tempo, e o espaço e o tempo são relativos e sujeitos a transformações constantes, logo, a nossa imperfeição é simplesmente a nossa natureza no mundo material. O que é perfeito em você é espírito. Não busque perfeição nas coisas que vêm e vão. O mundo é passageiro e impermanente. Como podemos exigir perfeição do mundo? A perfeição é o reconhecimento do divino neste momento. A perfeição não está no futuro, mas na manifestação do Amor Incondicional a cada momento que vivemos. Sempre a escolha: Medo ou amor? Mentira ou verdade?

NASEEB NATTANIEL

GRUPO BIO ZEN

Organizamos o espaço e as meditações começaram a ser oferecidas. Surgiu a vontade de criar um grupo de meditação, onde pudéssemos nos reunir um dia por semana para trocar ensinamentos e aprendizados. Assim, há 12 anos o Grupo BIO ZEN se encontra todas as semanas para mergulhar no silêncio e na paz de nossa verdadeira natureza.

Se você lutou demais na vida, fez muitos esforços e sacrifícios, e apesar disso ainda sente um desejo de “alguma coisa”, uma vontade de encontrar “alguma coisa” para preencher, que nem sabe ao certo o que é... bem, então você está convidado a escutar o ensinamento.

Se você já fez muitos esforços em vão para ser feliz, tais como sexo, drogas, dinheiro, poder, fama, prestígio, respeitabilidade, consumismo... Se você já jogou esses jogos e ainda não está satisfeito, você está convidado a escutar o ensinamento.

Naseeb Nattaniel

VIDA É DEUS

Este ensinamento que aprendi com os sábios iluminados me ensinou inicialmente a perceber o valor do momento presente. Deus é Vida. A vida é Deus. E a Vida é Inteligente. Se você preferir, pode chamar Deus de Vida – não há problema nenhum. A vida é Deus!

A cada momento de nossas vidas podemos nos dar conta de que temos duas escolhas - duas possibilidades: A primeira delas é ver o instante como um ato de amor, um momento de aceitação e acolhimento relaxado do que está acontecendo aqui-agora.

Ao contrário disto, posso fazer deste momento uma fuga da realidade, medo do futuro, apegado ao passado, permeado de negações da vida e do que está acontecendo agora, culpando as pessoas pelo mal que elas fazem.

Quando estou aceitando o momento naturalmente, dou poder ao meu coração. Poder ao meu coração significa que estou me abrindo ao sentir o momento, e assim, não fugindo da dor, mas preparado para transformar qualquer momento em aceitação através do amor.

Assim, a consciência de mim mesmo como Eu Maior me dá paz e uma sensação de Presença.

Mas na verdade, a vida é um infinito de possibilidades...

Naseeb Nattaniel

A PRIMAVERA VEM...


Um elefante cruzava a ponte que começou a tremer sob seu peso. Uma mosca estava sentada em sua tromba. Quando ambos atravessaram a mosca disse: Filho, nós realmente chacoalhamos aquela ponte! O elefante disse: Senhorita, até vc falar, eu nem sábia que vc estava aqui!

Você pensa que está chacoalhando a ponte, mas não é você, é a energia da vida. O ego está sentado no topo, pensando que comanda. Tudo acontece por si mesmo. Este é maravilhoso conceito do destino. Se você entender corretamente, Você permanecerá uma testemunha e nada há mais o que se fazer. O que será, será... Você senta-se calmamente e observa a brincadeira. Lembre-se: A primavera vem e a grama cresce por si mesma...

OSHO

AMOR INCONDICIONAL


“Você é um Ser humano...

Um Humano que esqueceu o Ser...

O universo aparente

O mundo que você vê

Sua história de vida

O corpo e a mente

Sentimentos e emoções

O sentido de separação

A busca por uma vida melhor...

Incluindo todas as atividades diárias...

É o Ser

Aparecendo na dualidade da mente.

É espírito

Aparecendo como todas as coisas.

Ele aparece quando não há esforço

Quando há disponibilidade para explorar,

O que é real e definitivo.

O que você está procurando

É aquilo ao qual você já vê e se conhece como Ser.

Nada nasce e nada morre

Nada está acontecendo.

Isto parece acontecer

Para convidar o buscador

A redescobrir sua origem no Ser.

Quando o convite é aceito

Então isto é visto ser somente

Uma Essência

Uma Fonte

Um Ser.

Ser é não causado

Não muda e é pacífico.

Ele é o eterno aqui-agora.

É experienciado como alegria, inocência

Liberdade e amor.

Esse amor incondicional é a celebração do Ser.

Ele flui em união extática com ele mesmo...

Esta simples revelação que você é um Ser

É tão simples e revolucionária

Que tudo que você busca

Pensa ou quer,

É na verdade,

Um desejo de voltar pra casa.”

BURT HARDING

sábado, 28 de agosto de 2010

SOPAQUANTICA


A mente é um instrumento que trasnforma o TUDO AGORA em tudo TEMPO.

Tudo está acontecendo no Eterno Agora.

Mas como a mente vê? Em sequências...
Passado presente e futuro são filmes da mente...

Em verdade, tudo é uma infinita sopaquantica...


Naseeb

INVESTIGANDO...


Quem está consciente dos pensamentos?

Eu costumo dizer: "Este é meu pensamento".

Mas quem observa este pensamento?


Investigue e veja se não é um vazio consciente que está por trás de tudo...



Naseeb

AMAR O QUE ESTÁ AQUI


Quando você não consegue o que quer, fica infeliz.

Quando você consegue o que quer, fica com medo de perder o que conseguiu.


Este é o destino do homem: ser infeliz quando consegue o que quer, e quando não tem o que quer.


A terceira alternativa é conhecer a Si mesmo e amar aquilo que está sempre AQUI.
O que está sempre AQUI lhe traz alegria, paz e todo o significado da vida!



Sambodh Naseeb



Se houver no momento algum tipo de sofrimento, nós chamaremos de ilusão. Veremos isto como uma imagem do passado, da memória, que se fixou no presente e ocultou a beleza do Agora. Afinal, o momento presnte traz eternamente uma profundidade e sentido de paz, de maneira que nenhum desejo é preciso ser realizado para que o presnte, o Agora, seja sentido como pacífico. O que abre as portas para a alegria não é a obtenção e algo. Mas a realização de que nada pode ser alcançado a não ser a si mesmo. Que há algo no momento Agora que satisafaz meu ser completamente. As portas para a felicidade estão no questionamento: Porque adio a minha paz para amanhã?



Naseeb

VOCÊ É SEMPRE O SOL


Em dias nublados, o sol ainda está lá.

Mesmo em momentos de confusão, tristeza, ou raiva,
o sol da consciência brilha perfeito.
Meditação é começar a amar o que já é perfeito agora.
Seja o sol, e nenhuma nuvem pode lhe encobrir!



terça-feira, 24 de agosto de 2010

UNIVERSO AUTOCONSCIENTE


Amit Goswami é um dos maiores físicos da atualidade. Ele escreveu um livro chamado O universo autoconsciente. O que ele quer nos mostrar é exatamente o que os místicos e sábios falam há milhares de anos. Ele diz que o universo se conhece através de nós, ou seja, o universo é autoconsciente através de cada um de nós. É em você agora, neste momento, que o universo está se conhecendo. E isto realmente é fascinante! Um milagre!

Cada organismo corpo/mente que existe (cada pessoa), vê uma expressão única desse universo. A mente é criada pela Consciência para que possa experimentar a vida como ela é.

Você não é a gota do oceano. Você é o oceano! A gota (que simboliza o seu corpo) existe apenas como uma aparência temporária!

Veja só o jogo da Inteligência Suprema: para que haja a realização que você é mesmo o oceano, que você é mesmo divino, você tem que se tornar não-divino. Para que você se reconheça como universal é preciso ser separado, não-universal. A sua não-divindade ilusória cria o contraste pelo qual você pode se conhecer como em realidade É.


Naseeb

domingo, 22 de agosto de 2010

LEI DA ATRAÇÃO?


Vamos dizer que a Lei da Atração nada tem a ver com meditação. Só isso. É outra coisa. Pode ser útil para perceber que tudo que acontece no mundo da mente é combinações de karma (ação e reação) e uma rede sem fim de energias combinadas. Semelhante atrai semelhante na lei da mente. A lei da atração é a lei da mente! Apenas precisamos compreender isto. Acordar espiritualmente não faz parte do mecanismo da mente. A mente chega até um ponto e então ela dá passagem a algo maior que chamamos de Consciência. Este é o ponto. A Lei da atração lida com a mente e explica às pessoas como tudo funciona. Mas não é o pensamento que atrai coisas boas. É a energia. É a sintonia. E isso depende do karma (ambiente, gens, educação, clima) do momento. Ir além dos pensamentos significa ir além da mente, além da escolha, além do karma, além da reencarnação. O corpo continua escolhendo, mas vc observa. O corpo continua transando, mas vc observa. O corpo continua desejando, voce observa. O corpo quer uma vida melhor, vc observa. Vc não se interpoe. Apenas deixa o fluxo. Vc se retira da escolha. Vc simplesmente observa. O corpo se apega, vc observa. O corpo tem pensamentos positivos, voce observa. Negativos...vc observa. Perceba que vc não é afetado, apesar de no início "parecer" que é afetado, e a mente insistir que você é. Existe uma paz nessa observação. Quando você deixa o corpo seguir seu rumo. Vc não impede o corpo de fazer o que ele achar que deve. Corpo sente raiva, vc observa, pois vc não é o corpo. Corpo sente medo, vc observa. Abandone a noção de que as coisas que acontecem ao corpo (voce, mente, ego) é algo pessoal. Essas coisas acontecem devido a tudo ser UNO. Existe só uma mente. Sair da mente é sair da noção falsa de um voce que sofre. Quem sofre é o corpo! Deixe ele sofrer!!!!!! OBSERVE. OBSERVE. OBSERVE. Não julgue o corpo, não julgue os outros, não julgue sua vida. Enquando julgar, observe o julgamento acontecendo e veja de onde ele vem. Não há culpa, porque não há um eu separado que possa ser culpado por nada. Não há meritos, pois não há um ser separado que possa ter méritos por alguma coisa. Só há PAZ E REALIZAÇÃO A CADA MOMENTO DA CONSCIENCIA DIVINA. Isso é viver o caminho do meio. Isso é não/dualidade. Viver o sonho lucidamente. E viver assim dá uma liberdade enorme e maravilhosa de ser o que voce quiser. Pois, só há VOCE!
Portanto, por mais paradoxal que seja, primeiro note que voce não é o agente, depois perceba que voce é tudo, e entao faça o que quiser sabendo que tudo que fizer é o divino fazendo. Eu disse TUDO. Sem exceção.

Naseeb (em resposta a um amigo sobre a lei da atração)

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

O Ensinamento da Não-Dualidade


A realização do absolutamente óbvio revela o que é em realidade a busca do ser humano por felicidade ou iluminação, como um processo natural da “parte” buscando novamente o “Todo”. A realização do óbvio é perceber a vida com a clareza do coração, que é onde se reflete o Eu Real no ser humano. Este é o convite de Ramana Maharshi, o grande sábio iluminado hindu. Investigar a natureza daquilo que chamamos de nosso “ego” através da pergunta “Quem Sou Eu?”. O Eu Real, para Ramana, é aproximadamente o que o chamamos de Deus.

Ramana falava a seus discípulos sobre Advaita – o ensinamento da não-dualidade. Esta visão de sabedoria postula que existe apenas a Pura Potencialidade, Deus, o Absoluto. Todo o cosmos se compreende dentro do Absoluto, e não possui realidade independente deste Absoluto, que, por conseguinte, é eternamente não-manifesto, uno, permanente e jamais sujeito a mudanças. Este ensinamento fala do mundo como o exemplo do sonho de um homem, que não existe separado deste homem que sonha. O mundo, a vida, as pessoas, fazem parte da criação sonhadora do Divino. Isto quer dizer que o Absoluto é a essência de tudo e de todos os seres. Desse modo, quando procuramos o Eu verdadeiro pela autoinvestigação “Quem Sou Eu?”, revela-se, então, aquilo que é a origem do homem: o Absoluto, a Suprema Divindade, Deus.

Naseeb

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

O CORPO E A ALMA

“O corpo é a alma visível e a alma é o corpo invisível. Corpo e alma não estão divididos em parte alguma, eles são partes um do outro, eles são partes de um todo. Você tem que aceitar o corpo, você deve amar o corpo, você deve respeitar o corpo, você precisa ser grato ao corpo… O corpo é o mecanismo mais complexo da existência – ele é simplesmente maravilhoso! E abençoados são aqueles que se maravilham. Comece com o sentimento de admiração para com seu próprio corpo, porque este é o que está mais perto de você. A natureza mais íntima lhe abordou, Deus aproximou-se de você através do corpo. No seu corpo está a água dos oceanos, em seu corpo está o fogo das estrelas e dos sóis, em seu corpo está o ar, seu corpo é feito da terra. Seu corpo representa o todo da existência, todos os elementos. E que transformação! Que metamorfose! Olhe para a terra, e depois olhe para o seu corpo, que transformação, e você nunca se maravilhou com isso! Pó tornou-se divino – que mistério maior é possível? Que milagre maior você está esperando? E você vê o milagre acontecer a cada dia. Da lama procede o lótus… e do pó surgiu nosso belo corpo”.

Osho, Extraído do The Dhammapada: The Way of the Buddha, Vol 2

PENSAMENTOS




A lei da mente na dualidade do mundo é: pensamentos positivos guiam a pensamentos negativos. Pensamentos negativos guiam a pensamentos positivos. Isso é sem fim!


O que fazer? Descobrir um meio de desapegar-se dos pensamentos (mente).


Este meio chama-se Meditação.




Naseeb

A MORADA DIVINA


Felicidade leva ao sofrimento.

Sofrimento leva à felicidade.


No mundo, os opostos dançam como pares de borboletas, alternando-se mutuamente.

Ying e yang são energias transitórias e sempre em transformação.


Você precisa descobrir quem você É.

Porque quem você é não está envolvido com a transformação do mundo das energias.

Quem você é está além disso, em profundo SAT-CHIT-ANANDA, que é Verdade, Realidade e Bem Aventurança.

Meditação é a arte de reconhecer novamente a morada divina do Ser.



Naseeb

O CAMINHO REAL


O que significa ser você mesmo?

Significa viver espontaneamente.

Viver naturalmente, inocentemente.

Este é o caminho real.

Abandonar os conceitos de ignorância e iluminação e simplesmente desfrutar de cada momento.

Da pureza do não-saber, da não-definição, a bênção da existência derrama seu elixir de amor.


Naseeb

DESAPEGO


O encontro com você mesmo não pode ser o encontro com um pensamento.

Os pensamentos são definições dos outros de quem você seja! Todos os pensamentos são empréstimos.

Descançe em silêncio e Seja simplesmente você.
Porque quando não há conceito de você sobre você, a Graça aparece.
Meditação é a arte do desapego aos pensamentos.


Naseeb

terça-feira, 10 de agosto de 2010

PRÉ-DETERMINADO


Tudo é pré-determinado.

Você apenas observa.

Corpo e mente são objetos que estão na rede do karma.

Mas VOCÊ não está na rede do karma.

Quem é você?

Quem é o eu?

Você é um pensamento?

Você é o corpo?

Siga o sentimento de SER e veja que ele desemboca no silêncio.

Este é o eu da paz, o eu da serenidade, o eu da sabedoria.

Qualquer eu no tempo e no espaço é uma ilusão da mente.


Naseeb

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

SER + HUMANO


Este eu (ego) que se sente triste, cansado, ansioso, ignorante pode ser reconhecido como ele é. E o que ele é? É simplesmente um fantasma na mente. Em essência, a mente é vazia. Sendo vazia, ela é perfeita e sem ranhuras. Todo o conflito é sempre um conteúdo da mente vazia, um conflito de um pensamento com outro. O eu (ego) também é um pensamento! Tente reconhecer a si mesmo sem pensar! O que você descobre?



Portanto, a meditação é um convite sincero para vermos além deste eu (ego) triste, cansado e ignorante. Nós não somos isto. Mas existe o fato de que nos identificamos com isso e nos tornamos assim. Isso é um fato. Então todo autoconhecimento é um desapego. Um afastamento da mente e do corpo, de modo que possamos reconhecer uma Energia Maior, uma Presença maior que circunda tudo. Essa energia é a fonte. A fonte é o descanço. Viver o humano (corpo e mente) em contato com o Ser (a fonte) é o ponto chave de todo ensinamento espiritual.

Naseeb

TUDO ESTÁ PLANEJADO


No universo não há erros.

Tudo é determinado por uma inteligência além da nossa compreensão.

Quando entendemos a frase: "Eu não sou o fazedor de nada", então percebemos que tudo que fazemos já estava planejado por nós mesmos, mas num nível diferente de existência.

Quando isto é entendido, aceitação se torna límpida e natural.

Não há problemas, erros, desvios, caídas.

Tudo que acontece então é visto como parte do funcionamento de Deus.


Naseeb

ESCOLHAS


Para ensinar um caminho é preciso palavras e tempo.

Para viver o caminho...

O ponto é simplesmente retornar à fonte.

O que é a fonte? É o que as tradições chamam Deus.

Onde está a fonte? Aqui.

Quando a atenção repousa na fonte, os pensamentos são suaves e criativos.

Quando a atenção se perde no mundo, nascem desejos inquietantes que nunca serão saciados.

E isto é a causa do sofrimento.

Você tem essa escolha: Se perder na fonte ou se perder no mundo...
Autoconhecimento: um aprendizado para se manter na fonte.



Naseeb.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

ATENÇÃO PARA DENTRO


Quando a atenção repousa em nós mesmos, nossa identificação com o mundo e o corpo se quebram facilmente. Por que razão este milagre acontece? Porque nossa identificação com o mundo acontece pela identificação com os pensamentos! Quando me volto para mim mesmo, os pensamentos perdem a força e são vistos como simplesmente energia/pensamento. Não há mais nenhum problema. E por não dar mais interesse à história, o pensamento se desfaz. Apenas pura inocência permanece. Com a inocência, há um derretimento do ego controlador, e entrega à vida e ao momento acontecem naturalmente, sem esforço.O resultado disso é uma perda no autointeresse e uma abertura maior a tudo que nos cerca. Esta abertura permite-nos expandir nossa percepção da vida, e ver, sentir e pensar de maneira totalmente diferente.

Desse modo, estou livre para transitar pelo mundo da forma mais bela possível, da forma mais relaxada e criativa que puder, mais brincalhona e celebrativa.


Natta Naseeb

ESSÊNCIA


Observe que, no momento que houver autointeresse num pensamento que surgir, este criará uma história, com direito a exigências e julgamentos – e um mundo particular de pré-requisitos para a sua felicidade. Fique muito quieto e perceba o envolvimento: na quietude algo é revelado. Esta revelação é a presença daquilo que sempre esteve aí, o que sempre está por trás de todos os pensamentos e envolvimentos: Você. Você como consciência espiritual.

O corpo pode ser objetivado, quantificado. Pensamentos também podem ser contados, experienciados, vistos, e até provocam reações no corpo. Pensamentos são energias mais sutis que o corpo, mas são energias.

Mas, você não é uma energia!

Você, em essência, é aquilo que observa todas as energias, o espaço vazio de onde todas as energias surgem e desaparecem. Você não é uma pessoa! Você está, em verdade, além do mundo da forma e da objetivação. Você está mesmo além do observador, onde nada há para observar ou ser observado. Mas, por que falamos do observador, então? Porque você aqui tem a experiência de viver um corpo/mente. E, quando há mente, quando há pensamentos, há também aquilo que observa pensamentos. Como algo pode existir sem um observador?


Naseeb

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

QUEM É O BUSCADOR?


Pergunte: Quem é o buscador?
A resposta poderá ser: a mente, que é "pensamento".
Então podemos perceber:
Aquilo que pergunta é a mente.
Aquilo que responde é a mente, também.


Logo, vejamos o ponto chave: a mente contém o eu perguntador e a resposta suposta.
Podemos deduzir: o ego, o eu perguntador, é sempre um pensamento!!!
O ego é um pensamento!
Palavras são pensamentos aprendidos!

Não há diferença entre o buscador (perguntador, questionador) e a resposta que o questionador busca. O suposto eu e o que o suposto eu busca é um movimento da MENTE.

O perguntador e a resposta são simplesmente PENSAMENTOS!

Mas quem é que observa tudo isso?

Relaxe nisso e tudo se aquieta.


Naseeb