terça-feira, 25 de abril de 2017

SATSANG



Depois de meditar e fazer muita terapia 9 anos com Osho, conheci em 2001 o Advaita Vedanta, e foi com Burt Harding que dei os iniciais passos, um canadense muito bacana que dá satsangs no Canadá.
Aqui vai um trecho dele.

"Contudo esta consciência não é um pensamento, não um conceito e definitivamente não uma imagem. É tudo abrangente, inteiro, sem uma fronteira ou limite. Ela desafia a explicação e não tem começo nem fim, e, no entanto, sabemos que ela é real (ea única coisa real) porque é através dela que existimos como seres humanos.
No momento em que você perceber que sua verdadeira natureza é a consciência e não há "eu", mas só parece assim por causa da consciência, então atingimos uma bomba que pode abalar a nossa fundação da crença do "eu" (ego). Se isso te abalar o suficiente para ver a incrível maravilha e mistério desta vasta inteligência conhecida como consciência pura, então chegamos a uma realização de quem realmente somos.
É esta percepção de que somos consciência pura e não indivíduos separados que nos liberta e desperta uma paz e um amor que está além da descrição. Você NÃO é quem você pensou que era. Você é esta consciência eterna que nunca nasceu e nunca morrerá.
É aqui, ao viver esta verdade que vemos a Unicidade deles - sujeito e objeto são um. O objeto humano parece real por causa do sujeito Ser. Agora, o Ser Humano integra-se e alcança o equilíbrio, a harmonia e a clareza conhecidos como despertar espiritual."
(Burt Harding)


segunda-feira, 24 de abril de 2017

PODER




As palavras quando se tornam vivas são amorosas e adquirem um poder muito intenso.

Sambodh Naseeb 

PERFEIÇÃO



Há ocasiões na vida da gente em que é muito difícil compreender que tudo é perfeito ou o que seja perfeição. Nos momentos de separação de uma pessoa amada, morte de pessoas queridas, em um acidente inesperado, na perda financeira... Há inúmeros momentos em que ficamos descrentes de que o universo quer realmente que acordemos do sonho do sofrimento e sejamos felizes. Parece exatamente o oposto. Existem fases em que, inclusive, parece haver uma conspiração malévola para tudo dar errado. Mas é assim que é, e estes momentos estão incluídos, para que possamos compreender alguma coisa, e de certo modo este compreender será a descoberta de mim mesmo profundamente, e uma entrega que se faz naturalmente. Todo convite está chegando de você mesmo, em essência

Sambodh Naseeb

MOMENTO PERFEITO




Você não pode estar em nenhum lugar que não seja um campo de aprendizado. A vida é aparentemente uma escola. Mas ela não escolhe apenas espiritualistas ou místicos, sábios e meditadores. Não! Ela cria variados papéis, onde cada personagem é apresentado ao seu posto. Em verdade não há papéis inferiores e superiores. É impossível você se comparar a outro alguém devido a sua unicidade e singularidade. Lembre-se: a vida é imparcial, e todos estamos sendo brindados com lições a cada momento, durante uma conversa, uma viagem, uma caminhada, em um erro, em um acerto, em um acidente, em uma festa, no sexo, na contemplação, nos momentos alegres, nos momentos tristes, no desespero e no estado de graça.


E como a premissa básica é que tudo é perfeito, então a proposta é olhar para tudo sob esta ótica, para que possamos encontrar a pérola da sabedoria no meio, às vezes, de muita aparente escuridão e limitação. 

Sambodh Naseeb

quinta-feira, 20 de abril de 2017

DILEMA





CONVITE



Existe um reconhecimento que pode mudar tudo. Há uma inteligência-consciência que está sempre junto com você, sempre junto com seu corpo e sua mente. E ela pode acordar bem. Esta inteligência é essencialmente a substância do nosso ser amoroso e consciente. Ela não está separada de você e de todas as coisas. O convite do autoconhecimento é reconhecer esta inteligência-consciência como sempre presente em toda experiência.

Sambodh Naseeb 

quarta-feira, 12 de abril de 2017

PRESENÇA EU SOU



Meditação é reconhecer o poder daquele que olha, este que você chama de "você". Uma olhada mais profunda e este "você" que olha não são mais seus olhos, mas a Consciência Sagrada.
Presença Eu Sou.
Nada.
Everything.
Nem nada, nem tudo.
Nem everything.
Nem.
Sambodh Naseeb

domingo, 9 de abril de 2017

TOLO



O tolo escapa das estratégias dos espertos, simplesmente porque ele não tem estratégia.

Sambodh Naseeb

domingo, 2 de abril de 2017

UNIDADE



Todos nós pensamos que nosso eu está dentro do corpo, mais precisamente dentro da cabeça, da mente. Depois da meditação de ontem, vejo uma nova perspectiva: a de que o corpo e a mente aparecem em mim, na consciência que eu sou, como as ondas aparecem no mar, ou como o vento aparece no ar. As ondas são o movimento do mar, assim como o vento é o movimento do ar. E faz completo sentido. Mas muda tudo, não é mesmo? Põe tudo que a gente aprendeu de cabeça pra baixo.

Sem dúvida. Uma correção, em tempo: na verdade está colocando você de cabeça para cima. De cabeça para baixo é como nos colocaram no mundo!


Sim, é verdade! (risos) Mais uma pergunta: como entro em contato com essa consciência que eu nunca posso perder?

Quem é você? Você é diferente dessa consciência? Quem entraria em contato? O pensamento? Fora o pensamento/mente, o que mais poderia? Veja claramente: só há consciência e ela é você. Logo, você apenas se dá conta de que é ela, porque não existem duas coisas. Você é ela! Se você se imagina uma mente que fará contato com a consciência, então você cai em erro novamente, imaginando que a mente tem vida própria separada de você.

A mente não entra em contato com a consciência, pois ela é os pontos de vista que aparecem na consciência. A mente não tem poder, a não ser pela consciência, do mesmo modo que a lua não tem luz, a não ser pelo brilho do sol. Ao identificarmo-nos com os pontos de vista, damos poder a uma energia mental. Na clareza, consciência reconhece a si mesma como consciência. Dessa maneira, o véu de maya ou hipnose divina é vista na luz da compreensão e você se liberta da ideia de que é um ser separado, tal como um ego cheio de medo e carência, que se imagina só no universo.

O corpo é formado pelo universo. Sem o ar, sem o fogo, sem a terra, sem o espaço, o seu corpo não existiria. Sem amor, sem apoio, sem água, sem cultura, você não seria você.

Você como expressão corpo/mente é filho do universo.

Tudo é uma grande tapeçaria, um todo orgânico inteligente. A mente vive a ilusão de que existe separada da vida. Mas a Vida vive a Vida através do organismo corpo/mente.  Vida sempre vive a Vida. Nada acontece. Apenas na mente. Unidade é sempre Unidade.


Do livro MOMENTO SAGRADO - Sambodh Naseeb


NADA



Mas que Nada é esse,
se tudo surge do Nada?

Sambodh Naseeb