quarta-feira, 27 de abril de 2011

VIDA INCONSCIENTE E POBRE



Osho, por que você sempre nos diz para sermos felizes, se, antes da iluminação, a pessoa tem de chegar a um pico de dor e angústia?
Se eu não lhes disser para serem felizes, vocês jamais alcançarão o pico da dor e da angústia. Eu vou lhes dizendo para serem felizes, e, quanto mais eu digo "Sejam felizes", mais vocês ficam cientes de sua infelicidade.
Quanto mais você me ouvir, mais descobrirá a angústia surgindo. Este é o único modo de torná-lo infeliz — continuar constantemente obrigando-o: seja feliz! Você não pode sê-lo, então sente a infelicidade à sua volta.


..............................................................................


Osho queria dizer com isso que muita de nossa infelicidade está escondida em nosso inconsciente, de forma a podermos viver o dia-a-dia no "mais ou menos", numa vida "morna". O verdadeiro buscador de vida entra fundo dentro de si mesmo e permite que esta sombra interna venha à tona para ser curada. Desse modo, a vida em sua totalidade começa a despontar, a graça de viver começa a aparecer. A verdade é: Somos uma sociedade infeliz inconsciente das razões de sua infelicidade, e sempre buscando distrações temporárias para "aliviar" o peso desta miséria.


Sambodh Naseeb

terça-feira, 26 de abril de 2011

LIBERTAÇÃO PESSOAL?


Como você sabe, no início da busca espiritual, parece que o que se deseja, aquilo pelo que se anseia, é alegria pessoal, libertação pessoal, iluminação pessoal.
Mas a iluminação pessoal é um mito.
Iluminação, na verdade, é a descoberta de que não existe uma pessoa separada de qualquer outra pessoa, exceto na aparência.
A inseparabilidade de cada pessoa em relação a todas as outras é permanente e imutável.

Gangaji

MENTE E MATÉRIA


O mental e o material são dois lados de um mesmo processo global que, como a forma e o conteúdo, estão separados apenas no pensamento e não na realidade. Há uma energia que é a base de toda a realidade (...) Nunca há divisão real entre os lados mental e material em nenhum estágio do processo global.

(A New Theory of the Relationship of the mind and matter, p.122.)
David Bohm

ILUMINAÇÃO


Iluminação é a maior brincadeira que há. Você está tentando buscar o que já é.
Está tentando evitar o que não existe. Esse esforço é ridículo! Você é iluminado desde o começo. Iluminação é sua natureza. Iluminação não é algo que tenha que ser obtido. Ela não é uma meta. Ela é sua fonte. Ela é sua própria energia.

Osho

segunda-feira, 25 de abril de 2011

PRESENÇA DE SI



A prática da meditação é fundamental.
Sem a prática, Advaita (a visão da não-dualidade)se torna um sistema racional, fechado, intelectualizado, briga de egos, enfim, um conhecimento morto.
Sem a prática, todos os ensinamentos do mundo se tornam pura palha.

A prática da Meditação torna o conhecimento espiritual VIVO.

O conhecimento espiritual não é a meta. Os verdadeiros sábios sabem disso: todos os ensinamentos são conceitos que ajudam. Mas para que o conceito seja VIVO, você tem que estar VIVO!

A meditação lhe dá presença, vivacidade, atenção.
O conhecimento espiritual é morto se você está morto.

Meditação é o despertar da consciência.
Meditação é o despertar da PRESENÇA DE SI.


Sambodh Naseeb

INTRODUÇÃO À MEDITAÇÃO


“Meditação é sentar-se sem fazer nada – não usar seu corpo nem sua mente. É parar e deixar que a mente, sempre tagarela, silencie por conta própria. Sem esforço, de forma relaxada, fácil, como se fosse um jogo."

Neste livro, você vai se encantar com o jeito leve e irreverente como Osho traduz conceitos espirituais e com sua capacidade de contar histórias. E descobrirá que, ao trocar as palavras pelo silêncio, você verá a vida com maior clareza e criatividade e tornará seu dia-a-dia mais intenso e cheio de alegria.

SOFRIMENTO INCONSCIENTE



Aqui abaixo Osho nos remete à importância da Purificação e da Meditação para que possamos trazer à luz a escuridão e inconsciência que guardamos dentro de nós mesmos...as pessoas normalmente não gostam de ouvir a verdade porque esta verdade sobre elas mesmas traz á tona seus sofrimentos e mágoas escondidos. Portanto, a felicidade humana é extremamente superficial, porque o homem tem escondido dentro de si uma bomba de sofrimento inconsciente...Esta é a cura espiritual que todos precisamos...o reconhecimento do divino...

..............................

Gurdjieff disse: “Os seres humanos comuns nunca experienciam o verdadeiro sofrimento e verdadeira tristeza, pois vivem vidas mecânicas e rotineiras…”


Osho comenta: "Não é que não haja sofrimento, mas eles estão acostumados a ele. Em segundo lugar, o sofrimento deles é reprimido. Eles vivem numa camada muito estreita de consciência; por baixo, ele está no inferno. De vez em quando ele vem à tona, mas, de um modo geraal, o ser humano comum vive toda sua vida sem saber quanto sofrimento, quanta miséria ele carrega dentro de si.
De certo modo, ele é feliz e, de outro modo, o mais infeliz, porque se tivesse se tornado cosnciente de sua miséria e sofrimento, não haveria ninguém que pudesse impedi-lo de sair fora dessa inconsciência, sair fora dessa vida mecânica rotineira e tornar-se um ser acordado, consciente.

Mas eu digo, que por outro lado, ele é feliz, porque ele não sabe que está carregando um inferno inteiro dentro de si mesmo. Basta uma espetada no seu saco de bagagem e você verá quanta miséria, quanto sofrimento. As pessoas nem sequer falam sobre essas coisas, porque até as palavras podem provocar o emergir de seus próprios sofrimentos à superfície."

sábado, 23 de abril de 2011

A REALIDADE DO EU


EU posso ser um pensamento?
Se eu sou um pensamento, então quantos realmente eu sou?
Se um pensamento diz isto e outro diz aquilo, eu sou duas entidades??
Logo, dou-me por conta da falácia de ser um pensamento!

Pensamentos são energias que passam por mim, os quais posso me identificar ou não, dependendo da minha maturidade.

Mas quem SOU EU?

Este EU REAL, que não é um pensamento, que é pura INTELIGENCIA antes de qualquer pensamento vir, posso chamar de CONSCIÊNCIA.

A natureza desta consciência é sat-chit-ananda - verdade, existência, inteligência,bem aventurança e paz.

Relaxar nesta consciência pura é MEDITAÇÃO.


Sambodh Naseeb

O EU E O EGO


Quando dei-me por conta de quem realmente é o EU que eu tanto me referia como EU MESMO, então a meditação em minha vida ficou muito mais fácil. Acredito que a clareza em relação a isto é quase fundamental para que não caiamos em falsas armadilhas, que são unicamente criadas pela falta de visão transparente de que somos a consciência pura o tempo inteiro - consciência esta onde aparecem pensamentos, emoções,sensações, e tudo que chamamos vida.

Perceber que o EGO não é o EU é realmente o ponto chave.
O EU jamais pode ser observado ou conhecido.
Mas o EGO,ao contrário, é SEMPRE AQUILO QUE É OBSERVADO E EXPERIENCIADO!

Jnana Yoga & Meditação nos clareiam este ponto. E o relaxamento proveniente deste entendimento é realmente avassalador.

Sambodh Naseeb

A ILUSÃO DE BRIGAR CONSIGO!


Eu me dei conta de que quando eu dizia "estou brigando comigo mais uma vez", ali tinha alguma coisa ilusória, ou seja, eu não estava vendo bem algo. Então, percebi que o que eu não estava vendo bem era que não havia nenhuma maneira de eu brigar comigo mesmo! Sim, havia uma maneira: eu tomar a mim mesmo como um pensamento! Mas como já me dei conta de que não sou um pensamento, e sim aquele que percebe o pensamento, a consciência percebedora, então dei uma risada da bobagem que estava metido. Como posso brigar comigo mesmo se sou consciência? O que estava brigando então? Pensamentos!!!

No momento em que percebi isto, uma clareza surgiu. EU NUNCA POSSO BRIGAR COMIGO MESMO! Mesmo que eu queira! A continuidade de uma briga dentro de SI se dá pela falta de clareza DE QUEM NÓS SOMOS, e consequentemente, da falta de ESCOLHA em assumir rapidamente que estamos assistindo A UMA BRIGA e não somos o protagonista da mesma.

Sambodh Naseeb

NASCIMENTO DA ALMA


O envolvimento com os pensamentos é apenas um estágio de nossa vida, um estágio de formação básica daquilo que chamamos de personalidade. Depois disso, devemos continuar a amadurecer. No oriente eles dizem que os pais dão origem ao primeiro nascimento, sua mente e seu corpo. Depois, então, eles falam de um “renascimento”, um segundo nascimento. Este seria o nascimento de sua alma. É o que estou chamando de Silêncio e Amor.

Consciência é Divina.
O Divino vive em todas as coisas, assim como o brilho do sol vive na lua.
Imagine o Divino como o sol. O sol está além da lua.
Do mesmo modo, Deus está além de todas as coisas.
A mente existe para que o Divino possa se ver no reflexo.
Um reflexo perfeito, uma mente perfeita, vê a vida em todo seu esplendor.
Um reflexo imperfeito, uma mente impura, é impedida pela ignorância de ver toda a imensidão e encantamento da pura divindade.

Quando estamos diante deste mistério divino (espírito, mente pura ou consciência), a única coisa que podemos fazer é louvar isto. É um milagre! É algo que não pode ser entendido, mas pode ser vislumbrado e vivido.
Sim, este é o milagre do TUDO É UM.


Sambodh Naseeb

CORPO & MENTE

Tenho uma pergunta: para que existem a mente e o corpo, se somos o próprio divino?

Ora, eles existem para que você saiba disso! É para que você desfrute da maravilha de Si mesmo como Vida! Para haver um observador deve haver um corpo. Compreende? Sem o seu corpo, você é o divino, mas não há nenhuma experiência. Você existe para testemunhar a presença de Deus que você É! Você existe como um ser humano para realizar esta unicidade e não apenas ter conhecimento dela. Você existe como uma mente e um corpo para experienciar a Vida! A mente e o corpo são instrumentos de você mesmo como divindade original. Tudo é Um.


Sambodh Naseeb

TRANSPARÊNCIA




Este ensinamento também traz uma coisa muito interessante consigo: a transparência. Não podemos mais esconder certas coisas de nós mesmos ou dos outros. É como se fôssemos testados a falar a verdade. Sim, eu sinto também que com a compreensão expandindo muitas coisas mudam. Casamentos acontecem. Outros desacontecem. É parte do fluxo da vida. Você apenas se irrita mesmo quando é VOCÊ. Mas isso está acontecendo todo o tempo. Se você vive um relacionamento real e verdadeiro, a sabedoria os torna ainda mais parceiros e íntimos. Caso contrário, as relações que se mantém nas aparências, por causa dos filhos, por causa do status, pela situação financeira, estes geralmente se complicam e a verdade começa a se tornar insuportável. Aos poucos fica intolerável viver no meio da mentira. A compreensão do ensinamento no coração mostra que o amor é melhor que o medo. E se você está numa relação por medo, medo de ficar sozinho, medo de não suportar viver por conta própria, então isso vai gerar ainda mais sofrimento. Agora um sofrimento mais consciente. Agora você sabe por que sofre. Sofre porque vive na mentira. Sofre porque não se ama suficiente para criar a vida do jeito que tem a ver com você.

Sambodh Naseeb

quarta-feira, 20 de abril de 2011

ESTÁ NA PRÓPRIA MENTE


Se, ao descobrirmos no espelho a sujidade de nosso rosto, decidíssemos lavar o espelho, mesmo que esfregássemos fortemente durante anos com sabão e água em abundância, nada aconteceria, nem a mínima sujeira, nem a mínima mancha desapareceria do reflexo. Por falta de orientarmos nossos esforços para o objeto justo, eles permanecem perfeitamente vãos. Eis por que o budismo e a meditação têm por primordial compreender que felicidades e sofrimentos não dependem fundamentalmente do mundo exterior, mas de nossa própria mente. Na falta dessa compreensão, nunca nos voltaríamos para o interior e continuaríamos a investir nossa energia e nossas esperanças numa vã busca exterior. Uma vez adquirida essa compreensão, podemos lavar nosso rosto: o reflexo surgirá limpo no espelho.

BOKAR RINPOCHE

RESPIRAÇÃO E MEDITAÇÃO


Enquanto a respiração externa traz alimento para o corpo, a respiração interna leva a qualidade vital da iluminação a todo o nosso ser.

A respiração pode ser um poderoso aliado no caminho espiritual, levando conhecimento, atenção pura e alimento a todo o corpo e mente. Vivemos dentro do ritmo da respiração; ao nos sintonizarmos com seus ciclos, descobrimos uma via que conduz diretamente à nossa natureza interior. A fim de apreciar o poder e o potencial da respiração precisamos distinguir dois modos de respirar. O primeiro é a respiração externa, nossa respiração física. À medida que se desenvolve a prática da meditação, esta respiração torna-se macia e tranqüila, possibilitando-nos reconhecer uma segunda respiração, mais sutil. Suave, silenciosa e plena de sentimento, esta respiração interna circula por todo o nosso ser.

A respiração interna produz mudanças poderosas por meio de sua relação com os centros de energia do corpo. Quando a energia flui bem por esses centros, gozamos de boa saúde, tanto física como mental. A energia da respiração sutil restaura o equilíbrio, aliviando a tensão e os bloqueios, ao mesmo tempo que aumenta a integração entre o corpo e a mente. Embora a respiração interna seja um meio de grande força de transformação, nem sempre é fácil entrar em contato com ela. Quando estamos exaltados ou preocupados, nossa respiração externa torna-se rápida e pesada, e não conseguimos tocar nossos sentimentos sutis interiores. Pode ser frustrante, então, tentar respirar de modo amplo e profundo. Essa frustração, por sua vez, pode revolver emoções e ocupar a mente com imagens e conceitos que nos levam a ficar ainda mais desequilibrados.

Sogyal Rinpoche

Ler mais: http://www.dharmanet.com.br/bhavana/

GRUPO BIO.ZEN DE MEDITAÇÃO EM PORTO ALEGRE


Estamos abrindo um Grupo Bio Zen de Autoconhecimento e Meditação em Porto Alegre, que ocorrerá no bairro Mont Serrat, às quintas feiras, das 19h às 21h.
Estamos recebendo mails de pessoas interessadas.
No programa: meditações ativas e passivas, jnana yoga, deeksha, respiração purificadora, bioenergética, e ensinamentos para aprofundar o autoconhecimento.

Informações: swnaseeb@yahoo.com.br



Namastê,

Sambodh Naseeb
(Nattaniel Piva Rocha)

O LAGO DA MENTE


Não podemos ver o fundo do lago, pois sua superfície está coberta de ondulações. Somente podemos ter um relance de seu fundo, quando as ondas cedem e a água está calma. Se a água estiver barrenta ou agitada todo o tempo, o fundo não será visto. Se estiver límpida e se não houver ondulações, veremos o fundo. O fundo do lago é o nosso Ser verdadeiro; o lago é Chitta (o material da mente) e as ondas as Vrittis (ondas do pensamento).
(…)
A meditação é um dos grandes meios de controlar o surgimento dessas ondas de pensamento. Pela meditação você pode fazer com que a mente subjugue essas ondas e, se você prosseguir praticando a meditação durante dias, meses e anos, até que ela se transforme em hábito, até que ela aconteça sem você perceber, o rancor e o ódio serão controlados e dominados.

Swami Vivekananda

QUIETUDE MEDITATIVA


Assim como você não pode transmitir uma mensagem através de um microfone danificado, também não poderá enviar preces ao Pai Celestial através de um microfone mental que esteja desarmonizado pela inquietação. É através da profunda tranqüilidade que você pode consertar seu microfone mental, aumentando a receptividade de sua intuição. Aí então você será capaz de efetivamente irradiar para Ele e receber as Suas respostas.

Paramahansa Yogananda

TESTEMUNHAR


Há apenas um passo, e este passo é de direção, de dimensão. Ou podemos estar focados no exterior, ou podemos fechar os olhos para o exterior e deixar toda a nossa consciência ficar centrada para dentro.- e você saberá, porque você é um conhecedor, você é consciência. Você nunca a perdeu. Você simplesmente deixou sua consciência se emaranhar em mil e uma coisas. Retire sua consciência de todos os lugares e apenas deixe-a descansar dentro de você, e você chegou em casa.
O âmago essencial, o espírito da meditação, é aprender como testemunhar.

Osho

TOTALMENTE RELAXADO


Quando você não está fazendo absolutamente nada – corporalmente, mentalmente, em nenhum nível – quando toda a atividade cessou e você simplesmente é, apenas sendo, isso é meditação. Você não pode fazê-la, você não pode praticá-la: você tem apenas que compreendê-la.
Sempre que você encontrar tempo para apenas ser, abandone todo o fazer.
Pensar também é um fazer, concentração também é um fazer, contemplação também é um fazer. Mesmo que apenas por um único momento você fique sem fazer nada, simplesmente permanecendo no seu centro, totalmente relaxado – isso é meditação. E uma vez que você tenha descoberto o jeito, você pode permanecer nesse estado tanto tempo quanto quiser; finalmente você poderá permanecer nesse estado durante as vinte e quatro horas do dia.

Osho

terça-feira, 12 de abril de 2011

LIBERDADE E UNIDADE


O sofrimento não é um problema. Ele é um convite para descobrir a verdadeira vida, a completude da vida, a vida além das aparências. O sofrimento nos ajuda quando aprendemos que não podemos escapar dele, nem fugir dele, nem desviar dele. A vida é um enorme convite sagrado para quebrar de vez com a nossa idéia de que estamos todos separados, de que cada pessoa é uma ilha...A vida é um convite para destruir este sonho de separação e declarar vivamente a sua liberdade e unidade.

Naseeb

segunda-feira, 11 de abril de 2011

O FIM DA BUSCA



Dizemos que há dois níveis de realidade, uma visível e outra invisível, porque estamos vivendo na mente. O ser humano vive na mente. A mente sempre DIVIDE tudo em dois. Forte e fraco. Bem e mal. Deus e diabo. Negativo e positivo, etc.

O ponto é que tudo que é visto pelo ser humano é repartido em DOIS.Como a luz do sol quando passa por um prisma é repartida em 7 cores, a mente reparte a luz da Unicidade em pólos opostos e nasce o ying e o yang, o positivo e o negativo, o bem e o mal.

Por isso existe o sensinamento chamado Nao Dual - que significa que a realidade parece ser duas coisas, mas é uma só. Este ensinamento está apontando para o que a mente naturalmente faz: ela reparte tudo em dois.

A mente reparte a completude natural da Essência, de Deus, em dois. Essencialmente, tudo é completo, mas quando a mente está presente, nascem os opostos: completo e incompleto. Tudo é essencialmente amor, mas na mente, tudo se transforma em amor e medo (contrário de amor). O amor simboliza então aquilo que buscamos, que está além, que está distante (aparentemente). E o medo passa a ser a realidade natural de todos nós, o medo da vida e o medo da morte. Desenvolvemos tudo neste mundo a partir deste medo básico. E este medo básico é o nascimento da separação, dos opostos. Ou seja, Deus é transformado de uma UNICIDADE em uma DUALIDADE. Na dualidade Deus passa a ser o oposto de diabo. O bem passa ser o oposto do mal.

Então, a realidade no modo relativo é mental. E no modo absoluto está além do mental. Quando os mestres espirituais falam em conhecer quem você é, eles estão falando em conhecimento absoluto. A mente não pode conhecer aquilo que nós somos, porque a mente opera em nivel RELATIVO (dividindo a realidade una em dois). E é por isso que em um ponto da busca você tem que desistir. Mas não que você desista, o Ego se dá conta de que não pode conhecer a verdade, que não pode descobrir aquilo que está além da mente, além dos conceitos mentais. É o ego que vê sua própria limitação! Quando o Ego se dá conta disso, algo acontece: a busca mental dá vazão ao desabroxar da fé, da confiança, da naturalidade de viver cada momento com o sabor divino, da caridade natural, da amizade com todas as criaturas vivas deste mundo, do cuidado que devemos ter com cada momento, com cada ser, com cada palavra

A busca acabou, porque Deus está ao seu lado quando você desiste de buscar Deus no horizonte distante.
Este é o ponto do fim da busca. Você passa a ser guiado a cada momento. Deus não está mais longe. Ele está tão perto de você como seu coração, e tão distante como todo o universo. Então toda a caminhada toma um sentido diferente. Tudo fica mais leve. E a cada momento a voz do sagrado ilumina o coração com os desafios e insights de novas descobertas e visões. E mesmo que o sofrimento aconteça, você tem a clareza de saber que Deus e você são a mesma entidade, e que você pode confiar no processo, pode sae abrir para aprender mais e mais, pode relaxar no meio de uma lágrima, pode acolher a celebração e a dificuldade. O fim da busca é o início da fé que vai além da crença. E quando a fé não é cega, quando a fé brota do coração, Deus e você cantam a mesma canção.

Nattaniel Piva Rocha (Sambodh Naseeb)

SER (espírito) + HUMANO (corpo/mente)


Há dois níveis da realidade para o ser humano.
Um deles é aparente, manifesto, e chamamos de criação. Nós e toda a nossa vida.
O outro nível é invisível, espiritual, sem forma, eterno, luz.

Como os nossos sentidos já nos mostram este mundo visível, o trabalho da espiritualização é o reconhecimento de que só seremos completos quando vivermos as duas realidades ao mesmo tempo, porque elas não são duas - apenas PARECEM ser duas.

SER + HUMANO

O SER significa o espírito, a consciência, a essência.
HUMANO quer dizer corpo, emoções, pensamentos.

Espiritualizar significa trazer à dimensão humana a dimensão do Ser.
Espiritualizar é harmonizar o Todo, equilibrar, relembrar que somos as duas coisas.
Ninguém pode ser um humano sem ser ESPÍRITO.
Não há possibilidade de ser humano sem a dimensão espiritual ao qual cria o corpo e a mente. O espiritual é o que vem antes, durante, e depois.

Autoconhecimento significa harmonizar o SER (espírito) com o HUMANO (corpo/mente).


SAMBODH NASEEB

EGO OU ESPÍRITO


Se você não sabe quem você é, tudo que a mente lhe diz é verdade.
Se você não sabe quem você é, o trabalho da meditação e da terapia são penosos.
João ou Maria são nomes dos corpos, e você não é nada disso.
João e Maria são as cascas que você se identifica.
Meditação é reconhecer e começar a viver do ponto de vista da essência (Espírito), e não das cascas (Ego)

Sambodh Naseeb

VOCÊ É ESPÍRITO ALÉM DA FORMA


Ir além da reencarnação é o propósito. Reencarnação significa aprendizado na terra. É a jornada da mente nas experiências. E um dia a mente salta desta roda e outra jornada mais profunda se inicia. Todas as grandes religões afirmam isto.
Porque? É que a reencarnação existe porque existe crença em algum conceito, imagem ou pensamento. Ou seja, não há pureza na mente e a mente vive a ilusão da separação da Inteligência Infinita, com medo da morte e medo da vida.
O espírito (consciência) precisa se desidentificar de tudo aquilo que se apega, de tudo aquilo que vê, de que tudo aquilo que pensa que é.
Somos uma pessoa?
Quem nos disse isso?
A idéia de ser uma pessoa está aí pela identificação com nosso corpo e com os pensamentos.
A meditação derrete essa identificação.
A meditação lhe dá a experiência de que você é Espírito Puro, consciência além dos limites da razão humana.
O único peso na consciência chama-se PENSAMENTOS.
Sem este peso, todos estamos livres.
Sem raça, sem religião, sem fronteiras, sem ideologias, sem julgamentos, sem certos ou errados.
O SER em cada um de nós é esta pureza imaculada. Silêncio, amor, verdade.
Se você é um silêncio caminhando, então perceberá que todos são silêncio caminhando. é claro que alguns não se apercebem disso, não estão ainda no momento de se aperceberem disso. Mas são. Podem estar vivendo ilusões, podem estar causando problemas aos outros. Mas são. Tem o mesmo potencial para um dia despertar na luz.
O SER, quando está impuro (acreditando nos pensamentos) se torna pesado e ignorante da verdade.

Meditação é a mais nobre ferramenta criada pela Inteligência Universal para revelar a verdade mais íntima de todos nós:

Somos muito mais do que pensamos Ser!


Sambodh Naseeb

sexta-feira, 8 de abril de 2011

O CLARO PONTO DA CURA


O ponto claro na visão meditativa é que não há futuro a não ser na mente.
A mente representa o tempo e o espaço.
A ciência já sabe disso, que o tempo e o espaço são produtos do pensamento.

Portanto, na visão meditativa ou terapia espiritual, o futuro é visto como uma projeção da mente.
Logo, somos levados a ver que tudo o que podemos descobrir de nós mesmos está exatamente nete momento. O ser real está exatamente aqui. Nós dizemos: "Queremos descobrir a nós mesmos". Mas, se suspendemos o futuro e o passado, e ficamos gbem despertos para ESTE momento, o que nós somos?

A terapia espiritual não busca por iluminação, acordamento, ou melhoramento em algum lugar do futuro, pois isso seria ilusório, já que o Ser Real de LUZ que você É já está aqui agora. A terapia espiritual é um reconhecimento da nossa verdadeira essência neste momento. Se a visão da busca que aprendemos é propor a cura aos poucos, gradualmente, através de purificação gradual, a visão da terapia espiritual reconhece que toda a busca, todo o tempo de melhoria, está acontecendo num espaço eterno, num espaço livre, num espaço sagrado que em essência é o que Somos ETERNAMENTE além do tempo e do espaço.

Não é interessante que possamos, no meio de uma tristeza, no meio de um desafio, no meio de uma cura, descobrir aquilo que já está em paz, aquilo que já está alcançado, aquilo que já está curado? Isto é o nosso Ser Verdadeiro. Nosso ser falso precisa ser curado. Nosso ser verdadeiro já é Espírito ou Consciência.
O recado sempre é o mesmo: Aprofunde-se no silêncio interior. Conheça a fundo o que a meditação é e ela lhe revela o divino.

SAMBODH NASEEB

O AMOR ESSENCIA DENTRO DE NÓS


Meditar é ficar em silêncio diante da Inteligência Infinita.
Orar é ver que a Inteligência Infinita pode ser sua parceria, porque em verdade você está DENTRO desta Inteligência Infinita - que muitos chamam de Deus.

Para que possamos realmente discernir o que nos faz bem e o que nos atrapalha na vida, a meditação é fundamental.
Para que possamos, com clareza, reconhecer aquilo que somos além do corpo e da mente, a meditação é básica.
Uma mente que está confusa, deprimida, insegura, com baixo-estima, e com pensamentos distorcidos sobre a realidade, não poderá se introverter. A introversão é a mudança de curso da mente, de fora para dentro. É quando a atenção deixa de apenas focar o mundo e as pessoas para encarar o mundo interior e subjetivo dos pensamentos e emoções, indo mais e mais além até o encontro com o vazio chamado amor essencia. Este amor essência está localizado num espaço mais profundo que os pensamentos e emoções. A meditação vai ao encontro deste amor essência. É o instrumento mais poderoso que temos para sintonizar com a Inteligência Infinita e abrir nossos corações para a vida aqui-agora.

SAMBODH NASEEB

quinta-feira, 7 de abril de 2011

O QUE É TERAPIA ESPIRITUAL


A terapia espiritual começa mostrando claramente a sua perfeição.
Sim, você pode melhorar o corpo e a mente enquanto isso.
É possível inúmeras formas alternativas de cura para suavizar o corpo e a mente.
Mas, definitivamente, a clareza de quem você é, da sua essência, tem que ser vista desde o princípio. Por que?

O fato é que quando você percebe quem você é AGORA, puro espírito consciente, consciência atenta e observadora, então, mesmo nos momentos negativos você encontrará a positividade natural da essência (que é sempre livre e amorosa). No meio de um desafio e de um sofrimento, será possível você relaxar em sua essência, de modo que tudo fica mais suave, mais tranquilo, mais pacífico - porque você já percebe que quem está sofrendo não é você em essência, e sim o seu corpo, a sua mente.

Este é um passo muito importante na cura. Pois a cura real é perceber-se cada vez mais como um ser divino. E este percebimento só não pode ainda ser visto e vivido porque estamos focando permanentemente algum outro lugar que não é o lugar onde mora o EU REAL, O ESPÍRITO, A CONSCIÊNCIA PURA.

A verdadeira terapia é Espiritual.
Terapia, na raíz da palavra, de origem grega, significa CURA. Nós sabemos que cura quer dizer "tornar-se inteiro, total, um todo orgânico". Portanto, a verdadeira terapia é a cura que nos leva à nossa verdadeira natureza, pura, inteira, completa, permanente, pura, estável, divina. A terapia não-dual nos mostra desde o início que já somos completos. Nós não nos tornaremos completos! O que muda de uma terapia alternativa para a terapia nao-dual? O enfoque. A visão. A terapia alternativa e a tradicional parte do princípio que chegaremos a um estado de completude no futuro. A terapia ESPIRITUAL mostra claramente que não há futuro a não ser no pensamento e que o tempo é uma ilusão da mente. Logo, já somos sagrados exatamente agora. O grande instrumento para este salto chama-se meditação. E a purificação para a meditação pura é necessária. Esta purificação da mente pode ser feita de inúmeras formas. Há, hoje em dia, inúmeras terapias alternativas que ajudam a mente a se purificar do peso da ignorância. Mas não deve ser esquecido que a meditação e o ensinamento espiritual de que você já é luz em essência (apesar de não reconhecer ainda) deve andar junto, sempre no seu coração.

SAMBODH NASEEB

GRUPO DE MEDITAÇÃO NOVA PRATA



A VERDADEIRA MEDITAÇÃO
Muitas pessoas que estão no caminho espiritual dizem: "Eu não estou completo. Preciso de muito tempo para ficar completo".
O que está errado nesta frase bem comum??
O ponto de erro é que podemos descobrir o que existe de perfeito e completo em nós mesmos, na essência de nós mesmos, exatamente AGORA.

E se pudéssemos começar a amar este espaço que SOMOS que já é perfeito?
O que aconteceria?
Este é justamente o grande convite da meditação.

E se aprendessemos a focar o eterno em nós?
E se soubéssemos onde repousar corretamente o foco da nossa atenção?
A isto eu chamo de verdadeira meditação OU VERDADEIRA TERAPIA ESPIRITUAL.
Meditação é descobrir quem você é, e depois aprender a repousar o foco nisso que você é, devotar-se a esta visão com todo o coração amoroso.

SAMBODH NASEEB

TERAPIAS E SILÊNCIO INTERIOR


A razão do sofrimento humano, dizem os sábios, é que nós nos identificamos com nossos pensamentos e emoções do passado, e não com nosso Ser Eterno que está sempre aqui-agora, no PONTO ZERO.

Quando estamos identificados com uma imagem de nós mesmos, tipo “Eu sou um fracasso”, “Eu sou limitado”, “Eu sou errado”, essas crenças negativas serão a sua realidade criada.

O ponto é investigar essas crenças.
Elas são fortes, e parecem muito reais.

Mas uma crença é sempre um pensamento solidificado junto com uma emoção do passado. Uma vez você sofreu, isto deixou uma marca em você.

Mas agora você pode ir além de todas essas marcas.

É possível ir além do passado, porque do contrário é fatal que a vida se torna uma repetição de velhas crenças e hábitos.

As terapias e a arte da meditação podem lhe ajudar nesse sentido.


SAMBODH NASEEB

O QUE É MEDITAÇÃO?


Meditação é um aprendizado. Ela aos poucos vai descendo e descendo. Ela desliza devagar e um dia nos envolve completamente. A mente tem muito medo de trabalhar com a meditação, porque a meditação vai derreter a aspereza da mente. Meditação é ver claramente, sem sombra de dúvida, que somos consciência – o tão chamado espírito - que nesse momento está consciente. Consciente de qualquer coisa. Simplesmente consciente. Ela está ali. Observando o corpo. Observando pensamentos. Amorosamente, com suavidade. Ela é pura suavidade. Se manifesta mais claramente pelo seu coração e você chama de amor. Essa consciência que você é não tem parentesco com seu corpo ou sua mente, portanto, não é o que você pensa e nem o que você sente. Se não é, nesse momento, volte sua atenção para a sua atenção. Deixe a consciência prestar atenção à consciência. Apenas lendo isso você pode perceber. O que é isto que percebe? O que é isto que nota a mente pensar? Vem um pensamento e de repente ele se vai. E o que permanece? Teste aí. Nunca são os mesmos pensamentos. Sim, nossos pensamentos sempre mudam. Então, o que permanece enquanto eles mudam? Tem de haver naturalmente algo por baixo que não muda, não é mesmo? Um pano de fundo, algo que permanece conscientemente esperando novos pensamentos. O que permanece no intervalo entre as palavras? No intervalo desse papel há espaço em branco. Isso é o que estamos nomeando aqui de consciência. Essa consciência é pura e não tem começo nem fim. Mas ela experimenta ela mesma de muitas formas. Ela nunca é o conteúdo. Ela é sempre o que está atento ao conteúdo. Esta atenção consciente que nós somos é puro amor. Descançar nisso chamamos de meditação. SAMBODH NASEEB

RELACIONAMENTOS


Vya Estelar - Como fazer para terminar um relacionamento com alguém com quem não combinamos muito, sem criar carma negativo e nem sofrimento?

Lama Tsering - Podemos dizer que a principal religião de nossa sociedade atual é o amor - nossas músicas, nossos filmes e nossos anseios são todos a respeito de relacionamentos - e, no entanto, nós nem ao menos sabemos o que é o amor. As pessoas se preocupam muito com os relacionamentos mas, na verdade, elas se preocupam mesmo é consigo mesmas. Elas querem ter um amor porque isso fará com que elas se sintam bem.

E o Budismo traz um novo paradigma a este respeito: amar é querer que o outro seja feliz. Ao amar, devemos nos preocupamos com o bem-estar do outro e não em atender aos nossos interesses.
Se você está com uma pessoa, é por causa do carma. Enquanto estiver com ela, você deve fazê-la o mais feliz possível. E se você deve terminar ou não o relacionamento, vai depender se isso vai fazê-la mais feliz ou mais infeliz. Sua preocupação não deve ter nada a ver com a sua própria felicidade. Se você tiver isto em mente, é mais provável que tome a decisão mais correta.

O relacionamento vai acabar de um jeito ou de outro. Lembre-se da impermanência: você e a outra pessoa não duram para sempre. O próprio relacionamento é impermanente e vai acabar naturalmente, quando não houver mais carma entre vocês. Então, aproveite o momento, e não se esqueça de pensar no bem-estar dos demais, mais do que no seu próprio. Isso é libertador.

LAMA TSERING

quarta-feira, 6 de abril de 2011

MEDITAÇÃO É O BÁSICO NO CAMINHO


Eu gosto muito de ouvir suas palestras, mas odeio as meditações. Está tudo OK, Osho? Talvez meu caminho é o da oração.OSHO: Se você realmente aprecia minhas palestras você vai apreciar as meditações também porque elas estão interligadas. Na verdade, minhas palestras nada mais são que aperitivos — se você gostar do aperitivo e não gostar do almoço vai morrer mais cedo ou mais tarde. Você vai morrer de fome.As palestras são apenas para prepará-lo para as meditações. Se você odeia as meditações, então você não me ouviu. Então você pode pensar que você me ouviu, mas você não ouviu.Ouvindo-me, o que mais há para fazer? Se você já me ouviu vai estar pronto para ir fundo nas meditações. E tudo o que eu estou dizendo será uma experiência real apenas quando você tiver ido para as meditações. Então isso vai se tornar a sua experiência.
Ouvindo-me, isso permanecerá algo emprestado, ouvindo-me você ficará vibrando com a possibilidade disso, ouvindo-me é como se eu estivesse falando sobre o maravilhoso Himalaia — e você me ouve e gosta disso. Mas você nunca foi ao Himalaia e tudo o que eu digo é nada comparado com a beleza do Himalaia. Como é que ela pode ser traduzida em palavras? Você terá que ir.Se você está realmente ouvindo-me, um dia, de repente, você vai sentir: "Agora chegou a hora e eu tenho que ir para a aventura. Eu tenho que correr o risco." Meditações são a verdadeira jornada. Aqui eu simplesmente seduzo você para meditar. Não é o fim, é o começo..

Se é verdade que você aprecia tudo o que estou dizendo, então como é possível que você odeie as meditações? Eu não sou um entretenimento. Talvez você esteja me usando como um entretenimento. Talvez ficando aqui por uma hora e meia todos os dias você esquece suas preocupações — por uma hora e meia você é transportado para outro mundo, para meu mundo.

E você vê coisas bonitas — pelo menos você as visualiza, imagina-as — e então você se vai. Então você se torna viciado nisso. Todo dia você tem que vir e me ouvir. Agora é só um intoxicante. Isso não vai ajudar.

Eu estou falando sobre comida — só a palestra sobre a comida não vai ajudar. O menu não é a comida. As palestras são apenas o menu, e você terá que fazer um pedido.

Você diz: Está tudo OK, Osho? Não está OK de jeito nenhum. Você está desperdiçando seu tempo. Se você parar de me ouvir e continuar com as meditações é muito melhor que parar as meditações e me ouvir.

terça-feira, 5 de abril de 2011

MILAGRE É UMA MUDANÇA DE PERCEPÇÃO


A Primeira Vinda de Cristo é apenas um outro nome para a criação, pois Cristo é o Filho de Deus. A Segunda Vinda de Cristo não significa nada mais do que o fim do domínio do ego e a cura da mente. Fui criado como tu na primeira e tenho te chamado para te unires a mim na segunda.

Um curso em Milagres