domingo, 24 de maio de 2015

ALÉM DO TEMPO/ESPAÇO



Há uma interpretação limitada a respeito do AQUI-AGORA. Aquele diz que há níveis mais profundos que AQUI-AGORA não está entendendo o que é AQUI-AGORA. AQUI-AGORA não é um nível! É sua consciência. Nada tem a ver com o tempo ou este corpo aqui. Estar aqui agora não tem relação com este organismo corpo/mente que está neste espaço e neste tempo. AQUI-AGORA transcende a noção de espaço tempo. AQUI não é um espaço. AGORA não é tempo. Corpo é espaço. Mente é tempo. Quando nos referimos ao AQUI-AGORA estamos falando de um nao tempo, de um não espaço, de um ponto de consciência que está presente em todos os níveis da mente (físico, etérico, astral, espiritual...). O absoluto não pode ser experienciado, porque não há nada a ser observado e nem ninguém a observar. Mas quando há consciência, ela pode se manifestar de dois modos: com objetos ou sem objetos. Com objetos significa que ela presencia um corpo/mente/mundo. Sem objetos é quando nada aparece na consciência, como sono profundo ou em estado de meditação profunda. Consciência, portanto, e o aqui-agora, são sinônimos. quando nos referimos ao nosso corpo para dizermos que ele está aqui-agora é apenas uma meditação inicial que os mestres nos dão para compreendermos que não há corpo (porque ele é fluxo) e não há mente a ser encontrada (porque ela tb é fluxo). Só o agora é encontrado. E quem encontra o agora? A consciência. Ela encontra ela mesma o tempo inteiro. Mas quem vê o mundo e os objetos do mundo? A mente. O ponto é: todo o tempo, consciência só vê consciência. O amor só vê amor. A verdade só vê a verdade. Como diz no profundo livro "Um Curso em Milagres": Deus (Consciência) não vê o mundo. Deus só vê a Deus - nada mais." Este mundo é o mundo da mente. Despertar é como estar num sonho lúcido. Você vê o mundo, mas já não é do mundo. Aquele que não é do mundo mas está no mundo é a consciência. E esta é a liberdade. Estar no mundo e não ser do mundo. Estar na mente e não ser da mente.

Nenhum comentário: