domingo, 4 de março de 2012

U. G



(...) Esta é a história de um homem que teve tudo - consideração, riqueza, cultura, fama, viagens, carreira - e desistiu de tudo para encontrar por si mesmo a resposta à uma questão que o queimava por dentro: "há realmente algo como liberdade, iluminação ou liberação atrás de todas as abstrações que as religiões nos deram?"
Ele nunca encontrou uma resposta. Não há respostas a questões como essa.
U.G. encaixou a filosofia em um molde inteiramente novo. Para ele, a filosofia não é nem o amor à sabedoria nem a evitação do erro, mas o desaparecimento de todas as questões filosóficas.

Diz U.G.: "Quando todas as questões se resolvem a apenas uma, a sua questão, então essa questão precisa detonar, explodir e desaparecer inteiramente, deixando atrás apenas um organismo biológico funcionando suavemente, livre da distorção e interferência da estrutura separativa do pensamento."

A mensagem de U.G. é chocante:

"Estamos todos no trem errado, na trilha errada, indo na direção errada."

Nenhum comentário: