sábado, 25 de março de 2017

QUEM ESTÁ DENTRO?





Observe que a mente imagina estar escolhendo.
O observador, o que você é, consciência, é que observa as escolhas.
É por isso que se diz, em não dualidade, que "você" não escolhe.
Você, como Vacuidade, não escolhe.
e "você, no relativo, não existe independente da consciência.
Escolhas tem de acontecer através do mecanismo corpomente.
Observe as escolhas acontecendo.
Observe que escolhas são feitas, espontaneamente.
Observe o personagem-você.
Observe este que faz, que conta histórias, que julga, que é capaz de muitas coisas.
Lembre-se de que tudo que você pensa é o personagem pensando.
Você é a natureza livre que se identificou com o personagem.
Você apenas não sabe que é livre.
Muito tempo treinando de um jeito nós esquecemos.
Treinamos de um jeito pobre.
O sagrado virou palavra morta.
Reconhecer o espaço consciente que observa o personagem-você é a essência da meditação.
Você observado é interdependente com toda a experiência.
Você que observa é independente de toda experiência.

Sua mente observando e julgando é parte do objeto observado.
Eles são Um.
Desapego é simplesmente ver que o eu separado do mundo é uma farsa.
Entre no próprio nada.
Não existe VOCÊ separado da experiência.
E aquilo que observa a experiência, quem é? O que é?

Observe bem fundo ISTO.
Meditação é viver por ISTO.
E ver que este nada, ISTO, tem dentro o infinito sagrado do amor.
O desaparecimento da hipnose egóica.
Daquela mente com medo da vida.
MEDO É MENTE. MENTE É MEDO.
Daquela mente que se vê escolhedora de sua vida.

Mas algo acontece com alguns.
O jogo místico acontece.
Ele não é buscado, simplesmente é jogado em você.
Não há escolha.
 É o aparecimento singular e impermanente de uma vida humana,
 que convida este jogo de esconde-esconde da consciência,
a ser descoberto enquanto jogo cósmico, dança de shiva,
satchitananda, despertar.

Quem é você?
Quem está dentro? 



Sambodh Naseeb

Nenhum comentário: