sexta-feira, 17 de março de 2017

NO MEIO DO FOGO





Quando não há desejo por algo mais, nenhuma ânsia para saber do próximo momento, aí começa a nascer meditação, aí é onde dança a harmonia.
E quando digo "desejo", quero dizer compulsividade pelo que virá, diante do vazio sentido agora.
Quando é possível aceitar as mudanças e a impermanência,
então não há nenhum desejo por permanência.
Aí, o que acontece?
O que acontece se você não buscar felicidade?
O que acontece se você não buscar nada?


Se você observar bem, verá que o desejo representa a mente, o sempre-longe.
E quando você consegue o objeto do seu desejo,
seu carro, sua mulher, seus bens,
quando você os têm, finalmente,
eles deixam de ser objeto de desejo,
para dar lugar a outros desejos.
O desejo sempre está focado no futuro.

Quem deseja? Observe a voz de quem deseja.
É você que deseja?
Ou é o desejo que deseja?
Descubra quem é você, e depois viva isto!

Se é o desejo que deseja, quem é você?
Se você nota que tem desejo, este desejo é seu, logo você não pode ser o desejo.
O que é você quando você não deseja ou lembra de alguma coisa?
O que permanece?
Namore isso com total amor.

Isto é honrar o que você é de verdade.
Aquilo que sempre está presente em qualquer estado mental.
A paz sempre está presente em todo estado mental.
Isto é uma grande descoberta!
Vá pra dentro de descubra.
Em silêncio.
E fique em paz
no meio do fogo.

Sambodh Naseeb

Nenhum comentário: