quinta-feira, 4 de julho de 2013

PAI



"Meu amado e terno pai de 79 anos (que tem alzheimer) me pergunta pela quinta vez onde eu moro...

Pai está bem, não te preocupes, eu sou o que tu és. Vivo aqui agora, contigo, nesta intimidade. Esta é a minha casa, a nossa casa, muito além da nossa história.

E assim, ainda que eu te diga onde moro pela quinta vez, o que realmente realmente quero dizer é "Eu te amo, pai"; 
e a conversa continua...

~ Jeff Foster

Nenhum comentário: