quinta-feira, 4 de julho de 2013

HISTORIETA ZEN



Um homem veio a um monge Zen e perguntou: “Por que você está sempre tão extasiado? Por que eu não estou tão extasiado?
O mestre disse: “Espere. Quando todos tiverem saído, aí responderei a sua pergunta.”

O homem esperou e esperou, porque as pessoas estavam indo e vindo, e não havia um único momento para eles ficarem a sós. Ele estava ficando cansado e impaciente e muitas vezes pensou em sair.

Mais à tardinha, quando o sol estava se pondo, todos haviam ido embora e ele ficou sozinho com o mestre. Ele o lembrou: “Agora, por favor, conte-me.”

O mestre disse: “Olhe para fora da janela. Você vê essa grande árvore ?”
Ele disse: “Sim, eu a vejo.”
E ele disse: Você vê aquele pequeno arbusto ao lado?”
Ele disse: “Sim, eu o vejo também.”

O mestre disse então: “Eu nunca vi o arbusto dizer à grande árvore: “Por que você é tão grande e eu sou tão pequeno?” é por isso que ambos são felizes. Eles não se comparam .E eles estão um do lado do outro. E durante quinze anos eu venho tentando descobrir porque eles não se comparam. Eles estão perfeitamente felizes; ambos estão felizes. 
Você está infeliz porque você está comparando, você está vivendo em comparação. E eu estou feliz porque abandonei toda a comparação, eu simplesmente me aceitei como eu sou.Você acha que pode mudar a si mesmo. Eu me aceitei exatamente assim como sou. Esse é o meu simples segredo.”

Nenhum comentário: