segunda-feira, 8 de maio de 2017

QUEM ÉS?



Você é um sujeito, uma consciência, e não um objeto chamado corpo. Se você não é uma “coisa”, um objeto, aquilo que aparece e desaparece, mesmo um pensamento que surge e desaparece, se você em essência percebe e está além das coisas, transcende a aparência, a quem a aparência pode perturbar? Só pode perturbar de verdade uma ideia que você tem de você. Essa ideia que nós temos de nós mesmos, a identidade que nos concebemos existir como "eu", damos o nome de ego.
A aparência o perturba quando você se identifica com alguma coisa que não é você, ou seja, quando você se envolve com o pensamento e assume uma identidade no tempo (mente) e no espaço (corpo).
Identifica-se com o personagem - o avatar. O personagem torna-se então a sua verdadeira identidade - enquanto esquece daquilo ainda mais sutil que testemunha o personagem.
Sambodh Naseeb

Nenhum comentário: