sábado, 20 de outubro de 2012

REALIDADE VIRTUAL




Awareness (consciência) tem o inacreditável poder de criar formas dela mesma, de forma que ela possa se tornar auto-consciente (consciência se tornando consciente dela mesma). Através desse processo de ela se tornar consciente dela mesma (o que chamamos de evolução da consciência) existe uma habilidade extra: a de se identificar.

Essa habilidade de se identificar significa que qualquer coisa que você se identifica você se torna. Se você se identifica com seu corpo como você, então todas as coisas em sua consciência identificada provarão à você que você é um corpo. Se você se identifica com ser inferior, então todas as coisas em sua experiência produzirão “fatos” que provarão este efeito. Se você se identifica com superioridade então você sentirá, agirá e se comportará de modo superior e orgulhosamente. Nada disso é real a não ser o identificador. É esta identificação que dá nascimento ao mundo.

Quando consciência se torna consciente dela mesma como no caso dos ser humano que é auto-consciente, isto dá nascimento a emoções, personalidade, julgamentos, gostos e desgostos, bom e mau, certo e errado, prazer e dor, e todos os sentimentos. Agora, a grande pergunta é: De onde vem esses sentimentos ?

Eis uma chave: Torne-se disponível para Ter uma experiência direta agora, e deixe todos os pensamentos para trás, e apenas neste momento finja que você nasceu agora e olhe os objetos em volta de você como se fosse a primeira vez, de uma maneira fresca. Se você conseguiu isto, você deve Ter caído num silêncio e num sentimento de leveza. Você sabe porque ? Porque você entrou no PURO SENTIMENTO, que é a natureza da consciência, e que é a natureza de tudo que há – e isto é amor, paz, preenchimento, alegria e todo saber.

Consciência criou o cérebro para que a forma conhecesse e reconhecesse a consciência (origem). A função do cérebro é para o reconhecimento de nossa verdadeira natureza ( e muito poucas pessoas estão conscientes dessa enorme capacidade do cérebro). O cérebro humano é a mais intrincada e complexa entidade em nosso planeta, e talvez a maior ferramenta de todo o universo. Ninguém sabe como o cérebro foi construído, ou como isto vai criando seus neurônios e sistema nervoso. Mas nós estamos interessados em experienciar diretamente aquilo que é, portanto é um fato que o cérebro é uma criação da infinita inteligência para reconhecimento de sua própria natureza. O cérebro nos dá uma idéia de tempo porque ele é linear – ordem sequencial de eventos, pensamentos e ações. Essa capacidade é dada pelo processo da memória. Através do cérebro nós temos a capacidade de transformar puro sentimento (awarness, pura consciência) em experiências tangíveis para nós através dos cinco sentidos, toque, visão, paladar, olfato, visão. Através da identificação com os sentidos nós criamos o mundo do julgamento, comparação, certo e errado, deveria e não deveria, bom emau... Não há nada que nós possamos ver, tocar ou experienciar que não dependas do trabalho das células nervosas. Portanto, estando inconscientes que nós somos únicas expressões da vida e inseparáveis do Todo, muito poucos de nós realizam que nosso cérebro cria, na verdade, uma realidade virtual.


BURT HARDING



Nenhum comentário: