domingo, 13 de maio de 2012

BUDDAFIELD

“Um mestre é de tremenda ajuda, e se o mestre também tiver um Buddhafield... Um mestre pode se movimentar sozinho, sem criar um Buddhafield. Para criar um Buddhafield, o mestre tem que criar milhares de discípulos. Ele tem que criar uma energia multidimensional na qual todos os tipos de pessoas contribuem, derramam sua energia. Ele tem que fazer um oceano de energia, tão tremendamente poderoso que qualquer um que entrar nesse oceano poderá ser transformado – algumas vezes apesar delas mesmas, algumas vezes sem mesmo elas saberem o que está acontecendo. É fácil acontecer isto com um mestre. É ainda mais fácil acontecer isto com um mestre que tem um Buddhafield. E meu esforço é não apenas criar um Buddhafield aqui, mas criar pequenos oásis por todo o mundo. Eu não gostaria de confinar esta tremenda possibilidade a esta pequena comuna aqui apenas. Esta comuna será a fonte, mas ela terá ramificações por todo o mundo. Ela será a raiz, mas ela se tornará uma grande árvore. Ela vai alcançar todos os países, ela vai alcançar todas as pessoas que tenham o potencial. Nós criaremos pequenos oásis; nós já começamos a criar pequenas comunas e centros por todo o mundo. Quase duzentas pequenas famílias já estão funcionando por todo o mundo, mas isto é apenas o começo. Milhares de comunas irão acontecer, uma vez que esta comuna se torne realmente e totalmente estabelecida. Isto irá criar um tal ímpeto, que irá criar uma vontade de que tenhamos muitas comunas por todo o mundo. E onde quer que meus sannyasins estejam juntos, eu estarei lá. Onde quer que eles estejam sentados em meditação, minha presença será sentida. Assim, nós temos que criar a raiz e em seguida as ramificações. O mundo todo não pode vir até aqui, mas nós podemos enviar nossos mensageiros, nossos apóstolos; nós podemos enviar nossas ramificações para longe e para locais variados.Nós podemos cobrir toda a terra. Nós já estamos cobrindo toda a terra. Isto tem uma imensa importância hoje, pois se isto não acontecer, a humanidade não terá futuro. O ‘velho homem’ já está morto, vocês estão carregando um cadáver. O novo homem é absolutamente necessário – somente assim esta terra continuará vivendo, somente assim este planeta permanecerá vivo. E o homem tem a capacidade de renovar a si mesmo – de morrer para o passado e renascer. O homem tem a capacidade de ressurreição. Mas a terra hoje está quase como um deserto e pequenos oásis são necessários em todo lugar, de modo que aqueles que têm sede não possam dizer, ‘O que nós podemos fazer? A água não está disponível. Como poderemos saciar nossa sede?’ Nos temos que fazer com que Deus esteja disponível a todo buscador possível, em todo o mundo.” OSHO – The Dhammapada – The Way of the Buddha – cap. 6

Um comentário:

caco disse...

Tremendo insight do mestre ,belos posts nata.....